Marcon Logística Portuária

Transporte de produtos agrícolas emprega caminhoneiros e motiva sonhos de rotina nas estradas

O Paraná é responsável por 43 milhões de toneladas da produção agrícola brasileira, sendo que 66% são enviados por transporte rodoviário de cargas, Segundo a Federação das Empresas de Transporte de Cargas no Estado do Paraná (Fetranspar).
São produtos transportados por caminhoneiros autônomos ou contratados, que muitas vezes realizam o sonho de viajar o país, por meio da profissão. O caminhoneiro Marcos escolheu ser motorista, mas prestar serviços a uma empresa.

“Pela minha condição, casado com filho, aqui tenho escala de trabalho, salário fixo, plano de saúde, seguro de vida outros benefícios que agradam muito”, diz Marcos Fernando Andrzejeski.

Em época de safra, aproximadamente 18 mil caminhões saem do campo com destino às cooperativas do estado e também para o porto de Paranaguá. Ponta Grossa, nos Campos Gerais, é rota de passagem, considerada um dos principais centros logísticos.

“Ponta Grossa e região tem 3.800 empresas quase 40 mil empregos diretos na área de transporte”, diz Sérgio Luiz Malucelli, presidente da Fetranspar.

O caminhoneiro José Carlos Kosmoski, de 63 anos, tinha o sonho de percorrer o Brasil dentro da boleia. O primeiro caminhão, ele comprou quando ainda era jovem.

“Aí comprei o caminhão, tinha vontade de conhecer São Paulo, fui pra lá desbravar”, contou.

O aposentado, que ainda se mantém na profissão, queria “crescer na vida”, constituir família, construir casa e encontrou no transporte a oportunidade de conquistar tudo isso e ainda viajar.

Movimento nas estradas

A transportadora do empresário Edis Moro Conche, com frota própria e 230 motoristas contratados, fica em Ponta Grossa. “A empresa tem 52 anos, atua no país todo, é movida principalmente pelo agronegócio”, diz.

Em 2020, a produção de soja no Paraná bateu recorde, atingindo a marca de 20 milhões de toneladas, resultado que ajudou a manter o transporte de cargas funcionando, apesar da crise econômica.

“Temos a fase de ouro, colheita de soja, milho, pego frete direto da fazenda, sem atravessador, é um frete melhorado”, diz o caminhoneiro José Carlos Kosmoski.

De cada dez caminhões que passam pelos Campos Gerais do estado, sete são ligados ao agronegócio, segundo a Fetranspar. No ano passado, o movimento foi 5% maior do que em 2019.

Nos primeiros meses de 2021, o crescimento passa de 19%, na comparação com 2019. “A gente tem esperança que com esse novo contrato de pedágio seja melhor pra toda a cadeia produtiva”, afirmou Edis Moro Conche.

Caminhoneiros que amam a profissão não pensam em parar: “Meu pai é motorista, tá no sangue, nasci no caminhão praticamente”, diz Marcos Fernando Andrzejeski.

Segundo Sérgio Luiz Malucelli, as melhorias no setor precisam continuar. “É preciso investir em toda a estrutura, não só anel de integração, mas nas vias que dão acesso. “disse.

 

Fonte: G1

}

07.07.2021

Em Destaque

Relacionados

Portos do Paraná e de Santos assinam carta de intenções

Os dois maiores portos do Brasil assinaram, nesta quinta-feira (11), uma carta de intenções com o objetivo de desenvolver acordos de cooperação técnica mútua. O diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia, o presidente da Autoridade Portuária de...

Quer saber mais?

Entre em Contato

Siga a Marcon

Mercado & Novidades

Últimas Notícias

abr 19 2024

Brasil pode chegar a US$ 1 tri de comércio exterior em 10 anos

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, disse nesta sexta-feira (12), que é possível o Brasil chegar a US$ 1 trilhão de fluxo de...
abr 18 2024

Empresas no Paraná garantem R$ 468 milhões do BNDES para exportação

Empresas no Paraná realizaram quatro operações com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para financiamento de exportações...
abr 17 2024

Portos do Paraná e de Santos assinam carta de intenções

Os dois maiores portos do Brasil assinaram, nesta quinta-feira (11), uma carta de intenções com o objetivo de desenvolver acordos de cooperação...
abr 16 2024

OMC prevê que comércio global vai se recuperar de forma lenta, porém constante

O comércio global de mercadorias deve se recuperar neste ano, porém de forma mais lenta do que o esperado anteriormente, depois de apenas seu...
abr 15 2024

Com US$ 5,4 bilhões no 1º trimestre, Paraná segue como maior exportador do Sul

As exportações do Paraná somaram US$ 5,42 bilhões no 1º trimestre do ano, um acréscimo de 4,7% em relação ao mesmo período do ano passado (US$ 5,2...
abr 12 2024

Chanceler argentina vê progresso em acordo Mercosul-UE, apesar de “mal-entendidos”

A ministra das Relações Exteriores, Comércio Internacional e Culto da Argentina, Diana Mondino, afirmou na sexta-feira que as negociações sobre o...
abr 11 2024

Ministério revisa para baixo projeção de superávit comercial

A queda no preço de mercadorias, principalmente dos bens agropecuários, fez o Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC)...
abr 10 2024

Exportação por empresas em 2023 teve forte concentração nos estados do Sul-Sudeste

As regiões Norte e Centro Oeste foram as que tiveram o maior aumento percentual de novas empresas brasileiras exportadoras em 2023, segundo estudo...
abr 09 2024

Balança comercial tem superávit de US$ 7,482 bilhões em março

A queda de preços da soja e do petróleo e o feriado de Semana Santa fizeram o superávit da balança comercial cair em março. No mês passado, o país...
abr 08 2024

Porto de Paranaguá recebe maior navio da história do Paraná em capacidade

O navio porta-contêineres MSC C. Montaine, que atracou neste domingo (31) no Porto de Paranaguá, conquistou o título de maior embarcação em...

Quem acredita na Marcon

Nossos Clientes