Navios de até 70 mil DWT (tonelagem de porte bruto) poderão ser recebidos pelo porto de Paranaguá após a sua ampliação operacional. Para que isso se tornasse possível a empresa responsável investiu pesado em obras de reestruturação e sistemas com tecnologia de ponta.

Porto de Paranaguá bate recorde de movimentações, em 2020

O Porto de Paranaguá, no litoral do Paraná, bateu recorde de movimentações, em 2020, mesmo com a pandemia do novo coronavírus, segundo a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa).

Em 2020, a movimentação de produtos chegou a mais de 57 milhões de toneladas, ao todo. Este número é 8% maior do que o registrado em 2019.

O presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina, Luiz Fernando Garcia da Silva, afirma que a questão cambial favoreceu as exportações, além da safra.

Tecnologia de ponta no Porto de Paranaguá

Com a ampliação da capacidade operacional do porto de Paranaguá as melhorias tecnológicas podem ser notadas junto ao novo sistema de monitoramento das condições ambientais e meteorológicas, como a Plataforma Sismo – Hidromares.

O novo sistema permite uma demonstração em tempo real sobre a velocidade e direção das corre yes marítimas.

Infraestrutura

O superintendente da Federação das Cooperativas do Paraná, Nelson Costa, aponta duas questões de infraestrutura que podem atrapalhar nas exportações do estado: a qualidade das rodovias e a necessidade de mais ferrovias.

“Muito embora nós tenhamos pedágios, nós temos muitas rodovias estaduais que não têm concessão, com manutenção precária. Isso impacta na elevação dos custos. Embora nós tenhamos o corredor de Maringá até Paranaguá dando muito resultado, o corredor oeste ainda depende de melhorias para que o transporte ferroviário chegue de forma adequada a Cascavel”, disse.

 

Fonte: Click Petróleo e Gás