Marcon Logística Portuária

Quais as tendências, desafios e oportunidades para o comércio exterior em 2024?

O comércio exterior é extremamente dinâmico e está constantemente sujeito a mudanças e desafios. Além disso, os últimos anos trouxeram diversos cenários complexos, especialmente com as tensões e os conflitos ao redor do mundo.

Mesmo diante desse contexto, o Brasil manteve sua postura de destaque no comércio exterior. Em 2023, o superávit da balança comercial brasileira foi de quase US$ 100 bilhões, um número recorde.

Já para 2024, já existem tendências que merecem destaque. A seguir, veja quais são elas!

Reforma Tributária 

Um dos principais pontos de atenção para o comércio exterior em 2024 é a reforma tributária. Essa reforma tem sido aguardada há muitos anos pelos brasileiros e, em 2023, foram dados passos importantes para sua concretização.

Apesar do fato de que as mudanças acontecerão de maneira gradativa, é possível que em 2024 elas já comecem. Vale salientar que o objetivo dessa reforma será desburocratizar o sistema tributário brasileiro.

Tensões geopolíticas

Os conflitos internacionais têm um impacto significativo no comércio exterior, e o conflito entre Israel e Palestina é um exemplo disso. À medida que o conflito se prolonga, a insegurança aumenta e os investimentos diminuem, afetando as importações e exportações.

Um exemplo do impacto dessas atenções veio já no final do ano passado, com a insegurança no Mar Vermelho, podendo resultar no aumento dos preços do petróleo e de outros produtos.

A rota é responsável por 12% do comércio mundial, segundo a Câmara Internacional do Transporte Marítimo (ICS). Como alternativa, os navios precisaram buscar outras rotas que aumentavam significativamente o tempo.

Apesar de o Brasil não se envolver diretamente nesses conflitos, as tensões podem sim impactar o comércio global. Por isso, esse é um ponto para se atentar no ano.

Acordos internacionais

Apesar dos desafios enfrentados, o mercado global possui perspectivas de crescimento para 2024. Com a estabilização do mercado, espera-se um aumento no comércio de produtos como maquinários e bens duráveis.

Ainda, uma tendência importante para 2024 é a redução de barreiras comerciais e a assinatura de novos acordos regionais. O Brasil está em negociação com diferentes blocos e países, buscando fortalecer o comércio internacional.

Destaca-se a expectativa de um acordo comercial entre o Mercosul e a União Europeia, o que abriria novas oportunidades de mercado para o Brasil. A expansão dos BRICS também pode trazer novas oportunidades.

Avanços tecnológicos

A pandemia acelerou o processo de digitalização em todas as áreas, incluindo o comércio internacional. A digitalização dos processos logísticos é fundamental para a eficiência das operações e o crescimento do comércio eletrônico.

Além disso, a entrada da tecnologia nas operações das empresas também reflete no comércio exterior. A automação dos processos logísticos traz mais eficiência e agilidade, além de possibilitar o aumento das exportações por meio da utilização de maquinários com tecnologias avançadas.

Outra tendência para o comércio exterior em 2024 é a ampliação do uso da tecnologia blockchain. Essa tecnologia pode facilitar a comunicação segura entre países e operadores econômicos autorizados, além de trazer mais transparência e segurança para as transações comerciais.

O fato é que o comércio exterior enfrentará desafios e oportunidades em 2024. É importante que as empresas estejam preparadas para lidar com as mudanças no cenário global.

Um dos fatores que costuma lidar com essas tendências é o câmbio — que é fundamental para o andamento das operações. Por isso, contar com um parceiro cambial é quase que indispensável.

Além da eficiência da condução das operações, empresas atuantes no comércio exterior poderão contar com soluções de proteção cambial em suas operações de importação e exportação.

 

Fonte: Comex do Brasil

}

01.19.2024

Em Destaque

Relacionados

O futuro da reforma tributária nas importações e exportações

A tão comentada reforma tributária tem como principal premissa simplificar a cobrança de impostos no Brasil. A proposta está prestes a entrar em sua primeira fase e terá sua implementação conduzida de forma gradual, mas já vem ganhando diversas abordagens sobre seus...

Brasil fecha novas vendas para Austrália e Costa Rica

O Ministério da Agricultura e Pecuária informou que o governo da Austrália aprovou a importação de pescados do Brasil, enquanto o governo da Costa Rica aprovou o ingresso de produtos à base de células-tronco mesenquimais (cães, gatos e equinos) com fins terapêuticos....

Quer saber mais?

Entre em Contato

Siga a Marcon

Mercado & Novidades

Últimas Notícias

mar 01 2024

Stand da Portos do Paraná na 28ª edição da Intermodal South America terá alta tecnologia

A Portos do Paraná, empresa pública que administra os portos de Paranaguá e Antonina, oferecerá uma ampla estrutura para os visitantes da 28ª edição...
fev 29 2024

O futuro da reforma tributária nas importações e exportações

A tão comentada reforma tributária tem como principal premissa simplificar a cobrança de impostos no Brasil. A proposta está prestes a entrar em sua...
fev 28 2024

Brasil fecha novas vendas para Austrália e Costa Rica

O Ministério da Agricultura e Pecuária informou que o governo da Austrália aprovou a importação de pescados do Brasil, enquanto o governo da Costa...
fev 27 2024

Colheita atípica em janeiro no Paraná levou a aumento de 282% nas exportações de soja

A acelerada colheita de soja em janeiro deste ano, o que não é comum para o período, levou a um aumento expressivo no volume de produtos do complexo...
fev 26 2024

ESG e sustentabilidade são os focos da Portos do Paraná na 28ª Intermodal

A busca por uma agenda sustentável também inclui ações no próprio stand do evento Entre os dias 05 e 07 de março, a Portos do Paraná irá participar...
fev 23 2024

Balança comercial tem saldo positivo de US$ 1,996 bi até a segunda semana de fevereiro

Na 2ª semana de fevereiro de 2024, a balança comercial registrou superávit de US$ 1,78 bilhão e corrente de comércio de US$ 10,915 bilhões,...
fev 22 2024

Paraná é o terceiro estado que mais exporta carne de peru, aponta boletim do Deral

As exportações nacionais de carne de peru alcançaram 69.644 toneladas em 2023 e geraram receita de aproximadamente US$ 200,568 milhões. O Paraná é o...
fev 21 2024

Comércio Brasil-China inicia 2024 com fortes altas nas exportações e importações

O comércio entre o Brasil e a China teve um início de ano marcado pelo expressivo aumento de 53,7% nas exportações brasileiras, que somaram US$...
fev 20 2024

Brasil e Egito fortalecem relações comerciais para exportação de carnes com facilitações

Com a confirmação da missão do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao Egito nesta semana, o Ministério da Agricultura e Pecuária do...
fev 19 2024

Importação cresce ao maior patamar em 20 anos e indústria corre ao governo por proteção comercial

As importações alcançaram participação inédita no mercado da indústria em, pelo menos, 20 anos e provocaram uma corrida das empresas ao governo por...

Quem acredita na Marcon

Nossos Clientes