Marcon Logística Portuária

Quais as tendências, desafios e oportunidades para o comércio exterior em 2024?

O comércio exterior é extremamente dinâmico e está constantemente sujeito a mudanças e desafios. Além disso, os últimos anos trouxeram diversos cenários complexos, especialmente com as tensões e os conflitos ao redor do mundo.

Mesmo diante desse contexto, o Brasil manteve sua postura de destaque no comércio exterior. Em 2023, o superávit da balança comercial brasileira foi de quase US$ 100 bilhões, um número recorde.

Já para 2024, já existem tendências que merecem destaque. A seguir, veja quais são elas!

Reforma Tributária 

Um dos principais pontos de atenção para o comércio exterior em 2024 é a reforma tributária. Essa reforma tem sido aguardada há muitos anos pelos brasileiros e, em 2023, foram dados passos importantes para sua concretização.

Apesar do fato de que as mudanças acontecerão de maneira gradativa, é possível que em 2024 elas já comecem. Vale salientar que o objetivo dessa reforma será desburocratizar o sistema tributário brasileiro.

Tensões geopolíticas

Os conflitos internacionais têm um impacto significativo no comércio exterior, e o conflito entre Israel e Palestina é um exemplo disso. À medida que o conflito se prolonga, a insegurança aumenta e os investimentos diminuem, afetando as importações e exportações.

Um exemplo do impacto dessas atenções veio já no final do ano passado, com a insegurança no Mar Vermelho, podendo resultar no aumento dos preços do petróleo e de outros produtos.

A rota é responsável por 12% do comércio mundial, segundo a Câmara Internacional do Transporte Marítimo (ICS). Como alternativa, os navios precisaram buscar outras rotas que aumentavam significativamente o tempo.

Apesar de o Brasil não se envolver diretamente nesses conflitos, as tensões podem sim impactar o comércio global. Por isso, esse é um ponto para se atentar no ano.

Acordos internacionais

Apesar dos desafios enfrentados, o mercado global possui perspectivas de crescimento para 2024. Com a estabilização do mercado, espera-se um aumento no comércio de produtos como maquinários e bens duráveis.

Ainda, uma tendência importante para 2024 é a redução de barreiras comerciais e a assinatura de novos acordos regionais. O Brasil está em negociação com diferentes blocos e países, buscando fortalecer o comércio internacional.

Destaca-se a expectativa de um acordo comercial entre o Mercosul e a União Europeia, o que abriria novas oportunidades de mercado para o Brasil. A expansão dos BRICS também pode trazer novas oportunidades.

Avanços tecnológicos

A pandemia acelerou o processo de digitalização em todas as áreas, incluindo o comércio internacional. A digitalização dos processos logísticos é fundamental para a eficiência das operações e o crescimento do comércio eletrônico.

Além disso, a entrada da tecnologia nas operações das empresas também reflete no comércio exterior. A automação dos processos logísticos traz mais eficiência e agilidade, além de possibilitar o aumento das exportações por meio da utilização de maquinários com tecnologias avançadas.

Outra tendência para o comércio exterior em 2024 é a ampliação do uso da tecnologia blockchain. Essa tecnologia pode facilitar a comunicação segura entre países e operadores econômicos autorizados, além de trazer mais transparência e segurança para as transações comerciais.

O fato é que o comércio exterior enfrentará desafios e oportunidades em 2024. É importante que as empresas estejam preparadas para lidar com as mudanças no cenário global.

Um dos fatores que costuma lidar com essas tendências é o câmbio — que é fundamental para o andamento das operações. Por isso, contar com um parceiro cambial é quase que indispensável.

Além da eficiência da condução das operações, empresas atuantes no comércio exterior poderão contar com soluções de proteção cambial em suas operações de importação e exportação.

 

Fonte: Comex do Brasil

}

01.19.2024

Em Destaque

Relacionados

Agronegócio exporta US$ 15,20 bi em junho e US$ 82,39 bi no semestre

As vendas externas brasileiras de produtos do agronegócio foram de US$ 15, 20 bilhões em junho de 2024 , um aumento do valor das exportações comparado ao mês de maio/2024 , que atingiu 15,02 bilhões. As exportações brasileiras de grãos subiram de 14,96 milhões de...

Quer saber mais?

Entre em Contato

Siga a Marcon

Mercado & Novidades

Últimas Notícias

jul 23 2024

Operações de Sucesso: Marcon Logística Portuária em Destaque

No último final de semana, a Marcon Logística Portuária mostrou mais uma vez sua eficiência e capacidade ao conduzir operações em dois navios RORO...
jul 23 2024

Agronegócio exporta US$ 15,20 bi em junho e US$ 82,39 bi no semestre

As vendas externas brasileiras de produtos do agronegócio foram de US$ 15, 20 bilhões em junho de 2024 , um aumento do valor das exportações...
jul 22 2024

Portos do Paraná registram recorde histórico de movimentação mensal

Os portos paranaenses alcançaram uma nova marca histórica de movimentação. Ao todo, 6.582.670 de toneladas foram movimentadas em junho deste ano,...
jul 19 2024

Abertura do mercado cubano para exportação de quatro produtos do agronegócio brasileiro

O governo brasileiro recebeu com satisfação o anúncio, pelo governo de Cuba, da autorização para que o Brasil exporte os seguintes produtos para...
jul 18 2024

Camex mantém elevação de tarifas de importação de resíduos sólidos

Em 18% desde julho do ano passado, as tarifas de importação para resíduos de papel, plástico e vidro permanecerão nesse nível por mais um ano,...
jul 17 2024

Carteira de exportação do BNDES aprova volume 135% maior de créditos em 2024

O valor das aprovações de crédito para a linha BNDES EXIM Pré-Embarque, que financia as exportações de empresas nacionais, cresceu 135% no primeiro...
jul 16 2024

Exportações do Paraná para Ásia, África e Oriente Médio batem recorde no 1º semestre

O Paraná obteve no 1º semestre de 2024 o seu melhor desempenho nas vendas para os mercados do Oriente Médio, África e Sudeste Asiático , com maior...
jul 15 2024

Mercosul e Emirados Árabes Unidos iniciam negociações de um acordo de livre comércio

Representantes dos países membros do Mercosul e dos Emirados Árabes Unidos se reuniram em Assunção, entre os dias 2 e 4 de julho, e formalizaram  o...
jul 12 2024

Receita Federal aprimora Programa OEA-Integrado para facilitar operações internacionais

A Receita Federal do Brasil (RFB) publicou a Portaria RFB nº 435, de 2 de julho de 2024, que estabelece novas regras para a participação de órgãos e...
jul 11 2024

Brasil e Palestina firmam acordo de livre comércio no âmbito do Mercosul

Em 3 de julho de 2024, o Brasil depositou sua carta de ratificação ao Acordo de Livre Comércio entre o Mercosul e o Estado da Palestina. A carta foi...

Quem acredita na Marcon

Nossos Clientes