Nesta terça-feira (30), às 17h, em Cartagena, na Colômbia, a Portos do Paraná participa do painel sobre Projetos Estruturantes do Setor Portuário Brasileiro no principal evento do segmento na América Latina. Organizado pela Associação Americana de Autoridades Portuárias (Aapa) em parceria com o grupo Puerto de Cartagena, o XXIX Congresso Latino-americano de Portos começou nesta segunda (29) e segue até quarta-feira (1º).

“É uma oportunidade de mostrarmos os nossos principais projetos, de aumentarmos a nossa rede de contatos internacionais, fazermos negócios e de nos mantermos atualizados sobre o que o setor, na América Latina e no mundo, vem desenvolvendo para agora e para o futuro”, afirma Carlos Eidam de Assis, superintendente de governança e representante da autoridade portuária paranaense no evento.

O tema da exposição que Assis fará no congresso são as áreas disponíveis para arrendamentos no Porto de Paranaguá. Conforme explica, atualmente são cinco áreas disponíveis, entre as quais duas (PAR 32, de Carga Geral, e PAR50, para granéis líquidos) estão em fase bem adiantada para irem a leilão em 2022.

Outras três áreas – PAR09, PAR14 e PAR15 –, todas destinadas à movimentação de granéis sólidos vegetais, já estão em fase de estudos.

PAINEL – Com o representante da empresa pública que administra os portos de Paranaguá e Antonina, dividem o painel o secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários (SNPTA), Diogo Piloni e Silva; Fernando Biral, diretor-presidente da Santos Port Authority (SPA); Antônio Júlio Castiglioni Neto, presidente da Companhia Docas do Estado do Espírito Santo (Codesa); Paulo Fernando Estima, superintendente do Porto do Rio Grande; Francisco Leite Martins, diretor de Planejamento e Gestão do Porto de Suape; e Ted Lago Filho, diretor-presidente do Porto de Itaqui.

O tema será moderado pela chefe de gabinete da SNPTA, presidente eleita da delegação Latino-americana da Aapa, Rita de Cássia Vandanezi Munck.

Segundo a organização do evento, mais de 400 líderes portuários e especialistas internacionais fazem com que o fórum se destaque como o mais importante encontro de negócios do setor. São três dias de congresso, com apresentações e debates sobre os principais projetos portuários internacionais, que reúne representantes de 30 países.

No congresso, a Portos do Paraná divide um espaço comercial de exposição com a Companhia de Docas do Estado da Bahia (Codeba), Companhia Docas do Rio de Janeiro, Portos do Rio Grande, Porto de Vitória (ES) e Santos Port Authority.

 

Fonte: Portos do Paraná