Marcon Logística Portuária

Nova fase de vacinação contra a gripe foca caminhoneiros e portuários

A segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza começou nesta quinta-feira (16) e segue até o dia 09 de maio.

Nesta fase serão considerados grupos prioritários os profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários, além de indígenas.

A previsão da Secretaria de Estado da Saúde  é de entregar aos municípios cerca de 906.622 doses da vacina, por meio das 22 Regionais de Saúde. O primeiro lote, com cerca de 273 mil doses começou, a ser distribuído no início desta semana para abastecimento nas 399 cidades do Estado.

O secretário estadual da Saúde, Beto Preto, lembra que o Paraná segue orientando para que as secretarias municipais  promovam estratégias de vacinação com apoio e parceria de empresas, entidades e instituições, principalmente escolas e faculdades, que neste momento estão sem aulas. “Nosso objetivo é que a campanha de vacinação aconteça além dos postos de saúde, evitando filas e aglomerações no momento da busca pela vacina e que o Estado conquiste cobertura acima de 90% da população estimada em 2,879 milhões”, afirmou.

Ele disse ainda que a vacina da gripe é segura, e salientou que não previne contra a infecção pelo coronavírus; porém previne quadros graves da gripe de possíveis internações por alguns tipos de síndrome respiratória aguda grave. “Uma vez protegida contra a gripe a pessoa reduz a chance de adoecer e  procurar atendimento médico e hospitalar”, acrescentou.

Balanço – Na primeira fase da campanha, que começou no dia 23 de março, o Paraná aplicou aproximadamente 1.487.155 de doses para uma população de 1.429.775, entre idosos e trabalhadores da área da saúde, estabelecidos como público-alvo desta etapa.

Até o momento, 92,99% dos idosos e 77,89% dos trabalhadores da área da saúde foram imunizados. 209 municípios atingiram mais de 100% da população de idosos vacinados.

Segundo a chefe do Programa de Imunização da Secretaria da Saúde, Vera Rita da Maia, são dados preliminares, pois ainda há pessoas sendo vacinadas nestas faixas etárias e ressalta que os calendários são estabelecidos para organizar e incentivar estratégias de cobertura em massa. “Mas a vacinação pode ser feita sempre no período todo da campanha. Inclusive neste ano tivemos a antecipação em um mês devido a situação pandêmica do coronavírus”, afirmou.

Uma terceira fase da Campanha Nacional de Imunização contra a Influenza está prevista para início em 9 de maio e terá como população-alvo os professores das escolas públicas e privadas, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, adultos de 55 a 59 anos de idade e pessoas com deficiência.

(Agência de Notícias do Paraná)

BOX

CAMINHONEIROS E PORTUÁRIOS – A vacinação para caminhoneiros e portuários seguirá até o dia 9 de maio, quando terá início a terceira fase da campanha. Para se vacinar, o caminhoneiro deverá apresentar um documento de comprovação da sua atuação, que pode ser: carteira de trabalho, contracheque com documento de identidade, carteira de sócio (a) do sindicato de transportes (categoria de motorista), carteira de habilitação (para motoristas das categorias C ou E) ou crachá funcional.

Já o trabalhador portuário, que atua nos serviços definidos pela lei 12.815/2003, deverá levar, no momento da vacinação, o comprovante do registro no Órgão Gestor de Mão de Obra (OGMO) ou a carteira de sócio (a) do sindicato da categoria, o contracheque com documento de identidade, declarações dos serviços onde atua, carteira de trabalho ou crachá funcional.

Fonte: Portos do Paraná

}

04.29.2020

Em Destaque

Relacionados

Quer saber mais?

Entre em Contato

Siga a Marcon

Mercado & Novidades

Últimas Notícias

jun 18 2024

Paraná exporta US$ 9,52 bilhões nos cinco primeiros meses de 2024

As exportações paranaenses somaram US$ 9,52 bilhões (R$ 51 bilhões na cotação atual) entre janeiro a maio de 2024, consolidando o Estado como o...
jun 17 2024

Portos do Paraná estreita ligação com dirigentes e investidores espanhóis

Empresa pública participou de intercâmbio no país europeu que contou com jornadas empresariais e visitas a instalações portuárias em Madri, Valência...
jun 14 2024

Balança comercial tem superávit de US$ 8,534 bi em maio

A queda de preços da soja e do minério de ferro fez o superávit da balança comercial cair em maio. No mês passado, o país exportou US$ 8,534 bilhões...
jun 13 2024

Argentina suspende antidumping sobre exportações brasileiras de talheres de aço inoxidável com cabo de madeira ou plástico

O governo do Brasil recebeu com satisfação a decisão do governo da República Argentina de suspender a medida antidumping aplicada às exportações...
jun 12 2024

Volume de soja exportada cai 13,6% em maio, e envios de carne bovina sobem 26%

O Brasil exportou 13,450 milhões de toneladas de soja em grão em maio, 13,69% a menos do que os 15,584 milhões de toneladas de igual período de...
jun 11 2024

Brasil faz acordo com China que pode aumentar exportação de café

O vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), Geraldo Alckmin, assinou nesta quarta-feira (5)...
jun 10 2024

Brasil usa presidência do G20 para propor mudanças nas regras do comércio agrícola entre países

Nas discussões do G20, o grupo que reúne as maiores economias do mundo, o Brasil tem proposto ajustes no equilíbrio entre a expansão do comércio...
jun 07 2024

Mapa encerra maio com recorde histórico de aberturas de mercados para o mês

O mês de maio deste ano se encerra como o melhor maio da série histórica em termos de novos acordos comerciais no mercado mundial para produtos do...
jun 06 2024

Exportações do Brasil para os EUA superam os 12 bilhões de dólares no ano

O governo realizou, nesta semana, um seminário para marcar os “200 anos de amizade Brasil-Estados Unidos”. No encontro, a secretária de Comércio...
jun 05 2024

Com evolução de 34%, Paraná deve colher 646 mil toneladas de feijão em 2024

As condições climáticas têm refletido nas produções agrícolas de praticamente todo o País, e no Paraná também reduziram o potencial. Mesmo assim, em...

Quem acredita na Marcon

Nossos Clientes