Marcon Logística Portuária

Melhora das perspectivas globais sobre o Brasil ganha destaque em debates nos EUA

O ministro da Economia, Paulo Guedes, destacou na noite desta quinta-feira (21/4) que o Brasil está fortalecendo cada vez mais a capacidade de atração de investidores de todo o mundo, refletindo o cenário de reformas estruturais e aprimoramento do cenário produtivo executado desde o início de 2019 pelo atual governo. Em coletiva de imprensa realizada na Embaixada do Brasil em Washington, Guedes ressaltou que o país conta com US$ 200 bilhões de projetos contratados para os próximos anos, considerando compromissos já assinados. Tamanha carteira assegura o ritmo de crescimento futuro do país, apontou o ministro.

“O Brasil está atraindo muitos investimentos de longo prazo”, disse o ministro. Ele afirmou, ainda, que a apreciação cambial de 15% do real este ano comprova que houve dramática e positiva reavaliação internacional sobre o Brasil. O ministro da Economia também lembrou que o país vem surpreendendo o mundo, de forma positiva, em diversas ocasiões. Destacou que o Produto Interno Bruto (PIB) nacional registrou retração de 3,9% em 2020, em situação bem melhor que grande parte dos países desenvolvidos e em desenvolvimento.

Guedes apontou que desde o início de governo, quando assumiu o ministério, o Brasil não foi tão bem percebido no mundo como agora, nesta mais recente edição da reunião anual do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional (FMI). “O Brasil está sendo tratado de forma diferente, e muito melhor, nesses fóruns”, apontou o ministro, sobre mais um indicador da melhora da percepção internacional sobre o país.

Além de ter se recuperado mais rapidamente da crise provocada pela pandemia da Covid-19, o Brasil também ocupa posição estratégica no panorama global atual, com a intensificação das instabilidades econômicas mundiais devido à guerra na Ucrânia. No atual contexto global, o país se firma como player-chave em segurança alimentar e energética, além de ser um destino seguro para os investidores, indicou o ministro.

Paulo Guedes destacou os esforços brasileiros para ampliar a inserção do país na economia mundial e, dentro desse contexto, destacou a importância do avanço no processo de acessão do Brasil à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Lembrou também da retomada das negociações referentes ao acordo comercial entre Mercosul e União Europeia, que estavam paralisadas há 20 anos. O ministro também enfatizou a importância de haver progressos no processo de capitalização da Eletrobras, assegurando segurança energética para o país nos próximos anos, além de fortalecer a agenda de privatizações e concessões perante os investidores.

Agenda Internacional

O ministro Paulo Guedes está nos Estados Unidos para a reunião anual do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional (FMI), em Washington. As Reuniões da Primavera de 2022 do FMI e do Grupo Banco Mundial (WBG) estão sendo realizadas entre 18 a 24 de abril de 2022.

Acompanham o ministro da Economia na agenda nos Estados Unidos o secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais, Roberto Fendt; o secretário de Assuntos Econômicos Internacionais, Erivaldo Alfredo Gomes; e o secretário de Comércio Exterior, Lucas Ferraz.

 

Fonte: Ministério da Economia

}

05.03.2022

Em Destaque

Relacionados

Quer saber mais?

Entre em Contato

Siga a Marcon

Mercado & Novidades

Últimas Notícias

maio 21 2024

Sem impacto do RS, Conab reduz projeção para safra de grãos 2023/24

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) reduziu novamente a estimativa para a produção brasileira total de grãos na safra de 2023/2024, que...
maio 20 2024

Balança comercial brasileira registra superávit de US$ 3,2 bi nas primeiras semanas de maio

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 3,205 bilhões nas duas primeiras semanas de maio, período com sete dias úteis. O valor...
maio 17 2024

Lula quer desdolarização proposta pela China, mas comércio exterior do Brasil é dominado pelo dólar

O governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está engajado nas tratativas do Brics (bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul)...
maio 16 2024

Governo Federal publica medida que autoriza importação de arroz

Para o enfrentamento das consequências sociais e econômicas decorrentes das enchentes no estado do Rio Grande do Sul, o Governo Federal publicou...
maio 15 2024

Com US$ 7,47 bilhões, Paraná bate recorde de exportações para um 1º quadrimestre

As exportações do Paraná no primeiro quadrimestre de 2024 bateram recorde para o período, somando US$ 7,47 bilhões. Melhor resultado da série...
maio 14 2024

Balança comercial tem superávit de US$ 9,041 bilhões em abril

Apesar da queda de preços da soja, do ferro e do petróleo, o superávit da balança comercial subiu em abril. No mês passado, o país exportou US$...
maio 13 2024

ANTAQ visita os portos de Paranaguá e Antonina

A Portos do Paraná recebeu a visita da comitiva da Agência Nacional de Transporte Aquaviários (ANTAQ), nesta terça-feira (07). Os diretores, Alber...
maio 10 2024

Brasil foi 2º principal destino de investimento estrangeiro em 2023, diz OCDE

Relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) recém-divulgado revela que o Brasil foi o segundo principal destino de...
maio 09 2024

Política Nacional da Cultura Exportadora ganha adesão do Memp

O Ministério do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte (Memp) aderiu nesta sexta-feira (3/5) à Política Nacional da Cultura...
maio 08 2024

A cada quatro dias, um novo mercado foi aberto para o agro neste ano

Os primeiros quatro meses de 2024 são os mais produtivos da história para o agronegócio brasileiro em termos de abertura de mercados internacionais....

Quem acredita na Marcon

Nossos Clientes