O ministro da Economia, Paulo Guedes, destacou na noite desta quinta-feira (21/4) que o Brasil está fortalecendo cada vez mais a capacidade de atração de investidores de todo o mundo, refletindo o cenário de reformas estruturais e aprimoramento do cenário produtivo executado desde o início de 2019 pelo atual governo. Em coletiva de imprensa realizada na Embaixada do Brasil em Washington, Guedes ressaltou que o país conta com US$ 200 bilhões de projetos contratados para os próximos anos, considerando compromissos já assinados. Tamanha carteira assegura o ritmo de crescimento futuro do país, apontou o ministro.

“O Brasil está atraindo muitos investimentos de longo prazo”, disse o ministro. Ele afirmou, ainda, que a apreciação cambial de 15% do real este ano comprova que houve dramática e positiva reavaliação internacional sobre o Brasil. O ministro da Economia também lembrou que o país vem surpreendendo o mundo, de forma positiva, em diversas ocasiões. Destacou que o Produto Interno Bruto (PIB) nacional registrou retração de 3,9% em 2020, em situação bem melhor que grande parte dos países desenvolvidos e em desenvolvimento.

Guedes apontou que desde o início de governo, quando assumiu o ministério, o Brasil não foi tão bem percebido no mundo como agora, nesta mais recente edição da reunião anual do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional (FMI). “O Brasil está sendo tratado de forma diferente, e muito melhor, nesses fóruns”, apontou o ministro, sobre mais um indicador da melhora da percepção internacional sobre o país.

Além de ter se recuperado mais rapidamente da crise provocada pela pandemia da Covid-19, o Brasil também ocupa posição estratégica no panorama global atual, com a intensificação das instabilidades econômicas mundiais devido à guerra na Ucrânia. No atual contexto global, o país se firma como player-chave em segurança alimentar e energética, além de ser um destino seguro para os investidores, indicou o ministro.

Paulo Guedes destacou os esforços brasileiros para ampliar a inserção do país na economia mundial e, dentro desse contexto, destacou a importância do avanço no processo de acessão do Brasil à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Lembrou também da retomada das negociações referentes ao acordo comercial entre Mercosul e União Europeia, que estavam paralisadas há 20 anos. O ministro também enfatizou a importância de haver progressos no processo de capitalização da Eletrobras, assegurando segurança energética para o país nos próximos anos, além de fortalecer a agenda de privatizações e concessões perante os investidores.

Agenda Internacional

O ministro Paulo Guedes está nos Estados Unidos para a reunião anual do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional (FMI), em Washington. As Reuniões da Primavera de 2022 do FMI e do Grupo Banco Mundial (WBG) estão sendo realizadas entre 18 a 24 de abril de 2022.

Acompanham o ministro da Economia na agenda nos Estados Unidos o secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais, Roberto Fendt; o secretário de Assuntos Econômicos Internacionais, Erivaldo Alfredo Gomes; e o secretário de Comércio Exterior, Lucas Ferraz.

 

Fonte: Ministério da Economia