Marcon Logística Portuária

Gestão técnica e eficiência dos portos do Paraná garante bons resultados ao setor produtivo

A administração dos Portos do Paraná vem sendo premiada, consecutivamente, por boas práticas de gestão, operação e meio ambiente. Em setembro, foram duas categorias do Prêmio Portos + Brasil, do Ministério da Infraestrutura. Neste mês, outros dois quesitos destacam a eficiência e a qualidade com as quais a empresa pública é conduzida.

Como destacam as entidades representantes do setor produtivo – do campo e da indústria paranaenses – o reconhecimento nacional é também observado dentro das fronteiras do Estado, nos resultados gerados pelo bom desempenho da gestão logística e portuária.

Profissionalismo é a palavra escolhida pelo engenheiro João Arthur Mohr, gerente de Assuntos Estratégicos do Sistema da Federação da Indústria no Estado do Paraná (Fiep), ao se referir à administração dos Portos de Paranaguá e Antonina. “Para o setor produtivo, termos portos eficientes é fundamental. E essa é uma característica da atual gestão”, diz.

Ainda segundo Mohr, outro ponto de destaque da atuação da empresa pública no gerenciamento dos terminais portuários do Estado é a transparência e o diálogo.

“Com essa eficiência, conseguimos reduzir nossos custos logísticos; aumentar nossa competitividade; e atender nossos clientes de uma forma mais eficiente. Essa parceria tem sido muito boa nos últimos anos, trazendo resultados ao setor produtivo do Paraná”, acrescenta o representante da Fiep.

AGRICULTURA – Ágide Meneguette, presidente do Sistema Faep/Senar-PR, endossa afirmando que os prêmios conquistados pelos portos do Paraná vêm reforçar “o excelente trabalho realizado nestes últimos anos”.

Segundo ele, a importância dos portos para o agronegócio, do Estado e de todo o país, principalmente no escoamento da safra de grãos e das proteínas animais produzidos em larga escala, é irrefutável.

“Mas, para que esse protagonismo se confirmasse, como tem ocorrido, foi preciso uma gestão eficiente, com dinamismo, tomada de decisões em prol dos setores produtivos e qualidade nos serviços prestados. Temos observado diariamente todos esses aspectos, o que nos deixa satisfeitos com o atendimento prestado e com os resultados obtidos”, Meneguette.

PRÊMIOS –  Do Prêmio “Portos + Brasil”, entregue no último dia 1 de setembro, pelo Ministério da Infraestrutura, a Portos do Paraná foi vencedora em duas das oito categorias. Assim, a empresa pública repetiu a liderança também conquistada no ranking de 2020.

Com a maior nota no Índice de Gestão, entre as autoridades portuárias do país, 9,0 pontos (IGAP), o Minfra atesta a capacidade de gerência dos portos – considerando quesitos financeiros, contábeis, de transparência administrativa, regularidade tributária e trabalhista, além da manutenção dos acessos aquaviários.

Outra categoria premiada pelo Ministério, no último mês de setembro, foi a de “Execução dos Investimentos Planejados”: índice de 76,1%. “Os consecutivos prêmios que vimos recebendo nos últimos anos só vêm atestar a capacidade técnica e o comprometimento de toda a gestão e equipe com os portos do Paraná”, afirma o diretor-presidente da empresa pública, Luiz Fernando Garcia.

ANUÊNCIA – Neste mês, no último dia 14, a qualidade técnica da gestão dos portos do Paraná foi mais uma vez destaque nacional no prêmio Antaq 2021. As duas categorias premiadas pela agência reguladora recentemente foram “Conformidade Regulatória”, entre os portos públicos organizados, (1º lugar) e 2º lugar na categoria Desempenho Ambiental, modalidade “Maior Índice de Desempenho Ambiental 2020”.

“Como agência reguladora, a Antaq define vários itens que temos que atender para garantir a qualidade das operações portuárias e minimizar os riscos da atividade de modo geral. Nem todos conseguem cumprir; nós não somente cumprimos, como fomos premiados por darmos as melhores respostas às regulações do setor”, afirma Garcia.

 

Fonte: Portos do Paraná

}

10.27.2021

Em Destaque

Relacionados

ANTAQ visita os portos de Paranaguá e Antonina

A Portos do Paraná recebeu a visita da comitiva da Agência Nacional de Transporte Aquaviários (ANTAQ), nesta terça-feira (07). Os diretores, Alber Furtado de Vasconcelos Neto e Caio César Farias Leôncio, e o chefe da unidade regional de Curitiba, Thiago Fernando...

Quer saber mais?

Entre em Contato

Siga a Marcon

Mercado & Novidades

Últimas Notícias

maio 21 2024

Sem impacto do RS, Conab reduz projeção para safra de grãos 2023/24

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) reduziu novamente a estimativa para a produção brasileira total de grãos na safra de 2023/2024, que...
maio 20 2024

Balança comercial brasileira registra superávit de US$ 3,2 bi nas primeiras semanas de maio

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 3,205 bilhões nas duas primeiras semanas de maio, período com sete dias úteis. O valor...
maio 17 2024

Lula quer desdolarização proposta pela China, mas comércio exterior do Brasil é dominado pelo dólar

O governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está engajado nas tratativas do Brics (bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul)...
maio 16 2024

Governo Federal publica medida que autoriza importação de arroz

Para o enfrentamento das consequências sociais e econômicas decorrentes das enchentes no estado do Rio Grande do Sul, o Governo Federal publicou...
maio 15 2024

Com US$ 7,47 bilhões, Paraná bate recorde de exportações para um 1º quadrimestre

As exportações do Paraná no primeiro quadrimestre de 2024 bateram recorde para o período, somando US$ 7,47 bilhões. Melhor resultado da série...
maio 14 2024

Balança comercial tem superávit de US$ 9,041 bilhões em abril

Apesar da queda de preços da soja, do ferro e do petróleo, o superávit da balança comercial subiu em abril. No mês passado, o país exportou US$...
maio 13 2024

ANTAQ visita os portos de Paranaguá e Antonina

A Portos do Paraná recebeu a visita da comitiva da Agência Nacional de Transporte Aquaviários (ANTAQ), nesta terça-feira (07). Os diretores, Alber...
maio 10 2024

Brasil foi 2º principal destino de investimento estrangeiro em 2023, diz OCDE

Relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) recém-divulgado revela que o Brasil foi o segundo principal destino de...
maio 09 2024

Política Nacional da Cultura Exportadora ganha adesão do Memp

O Ministério do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte (Memp) aderiu nesta sexta-feira (3/5) à Política Nacional da Cultura...
maio 08 2024

A cada quatro dias, um novo mercado foi aberto para o agro neste ano

Os primeiros quatro meses de 2024 são os mais produtivos da história para o agronegócio brasileiro em termos de abertura de mercados internacionais....

Quem acredita na Marcon

Nossos Clientes