Marcon Logística Portuária

Soja puxa superávit recorde da balança comercial em outubro

Saldo Comercial ultrapassa US$ 80 bi, maior valor da série histórica para os primeiros 10 meses do ano; O saldo também é recorde mesmo considerando anos fechados. O recorde anual foi o de 2022, com US$ 61,5 bilhões

O Brasil vem se mostrando um verdadeiro celeiro para o mundo, se firmando como liderança em diversos produtos do agronegócio. A safra recorde de soja, ajudou a alcançar volume exportado 31,8% maior que em outubro de 2022, impulsionando o superávit recorde da balança comercial brasileira em outubro, que atingiu US$ 8,959 bilhões, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, conforme os dados divulgados nesta quarta-feira, 01.

Ainda segundo o levantamento, esse resultado é o melhor para meses de outubro e representa alta de 140,1% em relação ao mesmo mês do ano passado. No setor agropecuário, a safra recorde de grãos pesou mais nas exportações. O volume de mercadorias embarcadas subiu 28,8% em outubro na comparação com o mesmo mês de 2022, enquanto o preço médio caiu 16,2%.

Saldo Comercial ultrapassa US$ 80 bi

As principais altas foram registradas em soja (+12,2%), milho (+10,6%) e trigo (+10,2%). Em valores absolutos, o destaque positivo é a soja, cujas exportações subiram US$ 559,3 milhões em relação a outubro do ano passado. A safra recorde fez o volume de embarques de soja aumentar 31,8%, mesmo com o preço médio caindo 14,9%.

A Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (Secex/MDIC), publicou nesta quarta-feira (1°/11), a Balança Comercial de outubro de 2023, onde as exportações somaram US$ 29,484 bilhões e as importações, US$ 20,525 bilhões, com saldo positivo de US$ 8,959 bilhões e corrente de comércio de US$ 50,009 bilhões. No ano, as exportações totalizam US$ 282,471 bilhões e as importações, US$ 202,258 bilhões, com saldo positivo de US$ 80,212 bilhões e corrente de comércio de US$ 484,729 bilhões.

Nas exportações, comparadas as médias do mês de outubro/ 2023 (US$ 1.404 milhões) com a de outubro/ 2022 (US$ 1.413,29 milhões), houve queda de -0,7%. Em relação às importações houve queda de -20,9% na comparação entre as médias do mês de outubro/ 2023 (US$ 977,39 milhões) com a do mês de outubro/ 2022 (US$ 1.235,64 milhões).

Assim, no mês de outubro/2023 a média diária da corrente de comércio totalizou US$ 2.381,39 milhões e o saldo, também por média diária, foi de US$ 426,61 milhões. Comparando-se este período com a média de outubro/2022, houve queda de -10,1% na corrente de comércio.

Nas exportações, comparadas as médias de janeiro/outubro – 2023 (US$ 1.351,53 milhões) com a de janeiro/outubro – 2022 (US$ 1.346,83 milhões) houve crescimento de 0,3%. Em relação às importações, houve queda de -12,2% na comparação entre as médias do período de janeiro/outubro – 2023 (US$ 967,74 milhões) com janeiro/outubro – 2022 (US$ 1.102,64 milhões). Por fim, a média diária da corrente de comércio totalizou US$ 2.319,28 milhões e apresentou queda de -5,3% na comparação entre estes períodos.

Exportações por Setor e Produtos

No mês de outubro/2023, comparando com igual mês do ano anterior, o desempenho dos setores pela média diária foi o seguinte: queda de US$ -7,91 milhões (-2,5%) em Agropecuária; crescimento de US$ 72,43 milhões (26,4%) em Indústria Extrativa e queda de US$ -74,22 milhões (-9,1%) em produtos da Indústria de Transformação.

No acumulado do ano atual, comparando com igual período do ano anterior, o desempenho dos setores pela média diária foi o seguinte: crescimento de US$ 22,45 milhões (7,2%) em Agropecuária; crescimento de US$ 3,01 milhões (1,0%) em Indústria Extrativa e queda de US$ -23,04 milhões (-3,2%) em produtos da Indústria de Transformação.

Importações por Setor e Produtos

No mês de outubro/2023, comparando com igual mês do ano anterior, o desempenho dos setores pela média diária foi o seguinte: queda de US$ -6,56 milhões (-28,1%) em Agropecuária; queda de US$ -6,17 milhões (-7,1%) em Indústria Extrativa e queda de US$ -243,92 milhões (-21,9%) em produtos da Indústria de Transformação.

No acumulado do ano atual, comparando com igual período do ano anterior, comparando com igual mês do ano anterior, o desempenho dos setores pela média diária foi o seguinte: queda de US$ -5,06 milhões (-21,9%) em Agropecuária; queda de US$ -21,56 milhões (-24,3%) em Indústria Extrativa e queda de US$ -106,49 milhões (-10,9%) em produtos da Indústria de Transformação.

 

Fonte: Compre Rural

}

11.09.2023

Em Destaque

Relacionados

Quer saber mais?

Entre em Contato

Siga a Marcon

Mercado & Novidades

Últimas Notícias

abr 18 2024

Empresas no Paraná garantem R$ 468 milhões do BNDES para exportação

Empresas no Paraná realizaram quatro operações com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para financiamento de exportações...
abr 17 2024

Portos do Paraná e de Santos assinam carta de intenções

Os dois maiores portos do Brasil assinaram, nesta quinta-feira (11), uma carta de intenções com o objetivo de desenvolver acordos de cooperação...
abr 16 2024

OMC prevê que comércio global vai se recuperar de forma lenta, porém constante

O comércio global de mercadorias deve se recuperar neste ano, porém de forma mais lenta do que o esperado anteriormente, depois de apenas seu...
abr 15 2024

Com US$ 5,4 bilhões no 1º trimestre, Paraná segue como maior exportador do Sul

As exportações do Paraná somaram US$ 5,42 bilhões no 1º trimestre do ano, um acréscimo de 4,7% em relação ao mesmo período do ano passado (US$ 5,2...
abr 12 2024

Chanceler argentina vê progresso em acordo Mercosul-UE, apesar de “mal-entendidos”

A ministra das Relações Exteriores, Comércio Internacional e Culto da Argentina, Diana Mondino, afirmou na sexta-feira que as negociações sobre o...
abr 11 2024

Ministério revisa para baixo projeção de superávit comercial

A queda no preço de mercadorias, principalmente dos bens agropecuários, fez o Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC)...
abr 10 2024

Exportação por empresas em 2023 teve forte concentração nos estados do Sul-Sudeste

As regiões Norte e Centro Oeste foram as que tiveram o maior aumento percentual de novas empresas brasileiras exportadoras em 2023, segundo estudo...
abr 09 2024

Balança comercial tem superávit de US$ 7,482 bilhões em março

A queda de preços da soja e do petróleo e o feriado de Semana Santa fizeram o superávit da balança comercial cair em março. No mês passado, o país...
abr 08 2024

Porto de Paranaguá recebe maior navio da história do Paraná em capacidade

O navio porta-contêineres MSC C. Montaine, que atracou neste domingo (31) no Porto de Paranaguá, conquistou o título de maior embarcação em...
abr 05 2024

Brasil exportará ovos e carnes de aves para El Salvador

O Governo Federal anunciou nesta sexta-feira (29/3) ter recebido o anúncio, pelo governo de El Salvador, da aprovação sanitária que autoriza o...

Quem acredita na Marcon

Nossos Clientes