O projeto “Orgulho de ser Portos do Paraná” avançou e o cronograma de trabalho de dezembro teve início nesta semana. A etapa de revisão da estrutura organizacional foi finalizada no último mês e agora segue para aprovação final junto ao Conselho de Administração (Consad).

A intenção é que, em breve, seja estabelecido o plano de implantação e transição gradual para a nova proposta. “Os ajustes na estrutura atual contaram com a participação de diversos gestores e empregados. Esse é o grande diferencial do projeto, escutar e debater com todos os avanços que são possíveis para os próximos anos, em processos, projetos e programas”, destacou o diretor-presidente, Luiz Fernando Garcia.

Na etapa de Governança Corporativa, foram discutidos os papéis das instâncias superiores da administração portuária. O objetivo é realizar as adequações necessárias à Lei 13.303/2016, além de adotar melhores práticas de compliance, transparência e prestação de contas.

O regulamento do Plano de Demissão Incentivada – PDI/2020 foi finalizado, após reuniões com o Sindicato dos Trabalhadores Portuários (Sintraport). Agora, o texto passa para alinhamento com a presidência da empresa pública e os membros do Consad. “Dependemos, ainda, da formalização do PDI em Acordo Coletivo e de um retorno do Governo do Estado quanto à desvinculação da Portos do Paraná em relação ao modelo de PDI definido pelo Conselho de Controle das Empresas Estaduais (CCEE)”, informa Mario Woortmann, diretor do Instituto Publix.

PRÓXIMOS PASSOS: Neste mês, começa a etapa de Mapeamento e Otimização de Processos, em que serão diagnosticados, mapeados e otimizados nove processos críticos – tanto da área administrativa como da área de operação. Diversos servidores e gestores serão convidados a participar, conforme os processos que forem escolhidos para esse trabalho.

Para saber mais sobre o projeto e acompanhar o cronograma, acesse: http://www.portosdoparana.pr.gov.br/Pagina/Orgulho-de-ser-Portos-do-Parana

 

Fonte: Portos do Paraná