Marcon Logística Portuária

Portos do Paraná é destaque em fórum do Valor Econômico em São Paulo

As oportunidades nas concessões e parcerias nos portos e na área de saneamento do Paraná foram tema de um painel especial durante o fórum Paraná em Foco, realizado pela Editora Globo e o Valor Econômico nesta quarta-feira (23), em São Paulo.

Com mediação do jornalista Jorge Félix, o debate reuniu o diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia, o diretor-presidente da Sanepar, Claudio Stabile, e o gerente de Assuntos Estratégicos da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), João Arthur Mohr.

Segundo Garcia, o momento paranaense é positivo para atração de investimentos e realização de importantes obras estruturantes. “Os portos de Paranaguá e Antônina ficaram mais de 20 anos sem licitação de áreas. E agora, de 2018 para cá, já são sete concessões realizadas ou previstas, com mais de R$ 3 bilhões em investimentos”, disse.

“Há uma necessidade dessa evolução, afinal, o mercado cobra uma condição estratégica e comercial adequada e competitiva. As cargas têm de ter fluidez no transporte de ponta a ponta, desde a logística da chegada pelas estradas e ferrovias, passando pela armazenagem e a operação, até a saída dos navios”, destacou.

O diretor-presidente da Portos do Paraná lembrou ao grupo de empresários que acompanhava a programação do leilão da área PAR 09, destinada à movimentação e armazenagem de granéis sólidos vegetais, localizada em Paranaguá, que acontece no dia 05 de outubro, na Bolsa de Valores de São Paulo, B3. É uma área já explorada e operacional e que prevê investimentos de R$ 910 milhões.

“Nós movimentávamos mais de 50 milhões de toneladas em 2019 e agora vamos ultrapassar 60 milhões. Isso mostra a nossa competitividade, mesmo com a proximidade com Santos e os portos catarinenses”, acrescentou.

DIÁLOGO – João Arthur Mohr, da Fiep, reforçou a transparência com que os processos de concessão estão sendo administrados no Paraná. Todos os editais passam por consulta pública e análise de mercado antes da concessão.

“O grande diferencial do Estado é o diálogo do setor produtivo com o governo, ouvindo as demandas das indústrias, da agropecuária, das lideranças regionais, de diversos segmentos. Esse diálogo franco e aberto torna o Paraná a melhor opção para se investir”, ressaltou.

Ele também apresentou as expectativas de crescimento, com as novas licitações, além da evolução para quarta maior economia do Brasil. “A indústria de alimentos vai se beneficiar das melhorias no transporte ferroviário, rodoviário e das concessões do porto. A indústria de madeira, com celulose, papel, já está crescendo com a concessão da área para Klabin e o automotivo que vai ganhar com o novo pátio de veículos, também em Paranaguá”, disse. “É todo um ciclo que garante que o parque industrial paranaense continuará competitivo nos próximos anos”.

 

Fonte: Portos do Paraná

}

08.30.2023

Em Destaque

Relacionados

Operações de Sucesso: Marcon Logística Portuária em Destaque

No último final de semana, a Marcon Logística Portuária mostrou mais uma vez sua eficiência e capacidade ao conduzir operações em dois navios RORO (Roll-on/Roll-off), reforçando sua posição de destaque no setor de logística portuária. Navio Polaris Leader NYK Line...

Quer saber mais?

Entre em Contato

Siga a Marcon

Mercado & Novidades

Últimas Notícias

jul 23 2024

Operações de Sucesso: Marcon Logística Portuária em Destaque

No último final de semana, a Marcon Logística Portuária mostrou mais uma vez sua eficiência e capacidade ao conduzir operações em dois navios RORO...
jul 23 2024

Agronegócio exporta US$ 15,20 bi em junho e US$ 82,39 bi no semestre

As vendas externas brasileiras de produtos do agronegócio foram de US$ 15, 20 bilhões em junho de 2024 , um aumento do valor das exportações...
jul 22 2024

Portos do Paraná registram recorde histórico de movimentação mensal

Os portos paranaenses alcançaram uma nova marca histórica de movimentação. Ao todo, 6.582.670 de toneladas foram movimentadas em junho deste ano,...
jul 19 2024

Abertura do mercado cubano para exportação de quatro produtos do agronegócio brasileiro

O governo brasileiro recebeu com satisfação o anúncio, pelo governo de Cuba, da autorização para que o Brasil exporte os seguintes produtos para...
jul 18 2024

Camex mantém elevação de tarifas de importação de resíduos sólidos

Em 18% desde julho do ano passado, as tarifas de importação para resíduos de papel, plástico e vidro permanecerão nesse nível por mais um ano,...
jul 17 2024

Carteira de exportação do BNDES aprova volume 135% maior de créditos em 2024

O valor das aprovações de crédito para a linha BNDES EXIM Pré-Embarque, que financia as exportações de empresas nacionais, cresceu 135% no primeiro...
jul 16 2024

Exportações do Paraná para Ásia, África e Oriente Médio batem recorde no 1º semestre

O Paraná obteve no 1º semestre de 2024 o seu melhor desempenho nas vendas para os mercados do Oriente Médio, África e Sudeste Asiático , com maior...
jul 15 2024

Mercosul e Emirados Árabes Unidos iniciam negociações de um acordo de livre comércio

Representantes dos países membros do Mercosul e dos Emirados Árabes Unidos se reuniram em Assunção, entre os dias 2 e 4 de julho, e formalizaram  o...
jul 12 2024

Receita Federal aprimora Programa OEA-Integrado para facilitar operações internacionais

A Receita Federal do Brasil (RFB) publicou a Portaria RFB nº 435, de 2 de julho de 2024, que estabelece novas regras para a participação de órgãos e...
jul 11 2024

Brasil e Palestina firmam acordo de livre comércio no âmbito do Mercosul

Em 3 de julho de 2024, o Brasil depositou sua carta de ratificação ao Acordo de Livre Comércio entre o Mercosul e o Estado da Palestina. A carta foi...

Quem acredita na Marcon

Nossos Clientes