Marcon Logística Portuária

Portos do Paraná aprimora sistema de sinalização náutica

A Portos do Paraná finalizou a troca de boias de sinalização náutica no Canal do Surdinho, acesso alternativo ao Porto de Paranaguá. São quatro novos equipamentos, articulados e mais modernos. O investimento da empresa pública é de R$ 2,8 milhões, o que inclui a aquisição das boias, materiais e implantação de todo o projeto, que também compreende o canal principal.

Ao todo, serão nove equipamentos implantados e mais nove para uso sobressalente. Com a derrocagem submarina na Pedra das Palanganas, será feita a substituição das boias convencionais por articuladas também na região do Canal da Galheta.

A substituição das boias convencionais aumenta a segurança no trecho, que terá papel fundamental durante a realização das obras de dragagem no acesso principal aos portos paranaenses. Os novos equipamentos têm maior precisão na posição e atuam como um farolete, servindo como apoio para que os navegantes se localizem visualmente.

“Os equipamentos são posicionados na margem do canal, o que aumenta a área para passagem dos navios. Eles diminuem a incerteza do posicionamento das boias em mais de 30 metros, delimitando as margens do canal com maior precisão”, explica Luiz Fernando Garcia, diretor-presidente da Portos do Paraná.

Maior segurança também para o meio ambiente, já que as novas boias definem com maior precisão os limites da navegação e têm maior visibilidade e alcance geográfico. Com isso, os riscos de encalhes e acidentes são minimizados.

VANTAGENS – As boias articuladas são mais resistentes, têm uma maior precisão de posicionamento, maior visibilidade do sinal (devido à maior altura), maior alcance geográfico e menor custo de manutenção.

Portos paranaenses movimentam 6 milhões de toneladas e têm melhor mês da históriaUm dos requisitos mais importantes para a segurança da navegação é a sinalização náutica. A preparação dos portos para receber maiores embarcações traz a necessidade de ampliar e modernizar os atuais sistemas de localização”, destaca o prático Marcos Martini, presidente da Praticagem de Paranaguá.

SEGURANÇA – Os Portos do Paraná mantêm 100% do índice de eficácia dos equipamentos de sinalização. Ao todo, são 68 sinais: 43 no Porto de Paranaguá, 18 no Terminal Ponta do Félix e mais sete em Antonina.

Além da substituição de boias no Surdinho, a autoridade portuária do Paraná investe em obras importantes para a segurança na navegação. A dragagem de manutenção continuada, que foi contratada por cinco anos, permite manter a profundidade nos canais, bacias de evolução e berços. Ao longo do contrato, serão mais de R$ 403,3 milhões investidos.

A derrocagem, que vai retirar parte de um maciço rochoso submarino no canal de acesso principal, deve reduzir os riscos de acidentes e ampliar o calado para que o porto receba navios de grande porte. A obra soma R$ 23,2 milhões em investimentos.

SURDINHO – O Canal alternativo ao Porto de Paranaguá foi dragado na última campanha de aprofundamento e hoje conta com calado de 12,5 metros. O Levantamento Hidrográfico, realizado pela Marinha do Brasil, com autorização nº13/2020, foi analisado e aproveitado para a elaborar o projeto de alteração de auxílio à navegação.

 

Fonte: Portos do Paraná

}

06.22.2021

Em Destaque

Relacionados

ANTAQ visita os portos de Paranaguá e Antonina

A Portos do Paraná recebeu a visita da comitiva da Agência Nacional de Transporte Aquaviários (ANTAQ), nesta terça-feira (07). Os diretores, Alber Furtado de Vasconcelos Neto e Caio César Farias Leôncio, e o chefe da unidade regional de Curitiba, Thiago Fernando...

Quer saber mais?

Entre em Contato

Siga a Marcon

Mercado & Novidades

Últimas Notícias

maio 17 2024

Lula quer desdolarização proposta pela China, mas comércio exterior do Brasil é dominado pelo dólar

O governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está engajado nas tratativas do Brics (bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul)...
maio 16 2024

Governo Federal publica medida que autoriza importação de arroz

Para o enfrentamento das consequências sociais e econômicas decorrentes das enchentes no estado do Rio Grande do Sul, o Governo Federal publicou...
maio 15 2024

Com US$ 7,47 bilhões, Paraná bate recorde de exportações para um 1º quadrimestre

As exportações do Paraná no primeiro quadrimestre de 2024 bateram recorde para o período, somando US$ 7,47 bilhões. Melhor resultado da série...
maio 14 2024

Balança comercial tem superávit de US$ 9,041 bilhões em abril

Apesar da queda de preços da soja, do ferro e do petróleo, o superávit da balança comercial subiu em abril. No mês passado, o país exportou US$...
maio 13 2024

ANTAQ visita os portos de Paranaguá e Antonina

A Portos do Paraná recebeu a visita da comitiva da Agência Nacional de Transporte Aquaviários (ANTAQ), nesta terça-feira (07). Os diretores, Alber...
maio 10 2024

Brasil foi 2º principal destino de investimento estrangeiro em 2023, diz OCDE

Relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) recém-divulgado revela que o Brasil foi o segundo principal destino de...
maio 09 2024

Política Nacional da Cultura Exportadora ganha adesão do Memp

O Ministério do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte (Memp) aderiu nesta sexta-feira (3/5) à Política Nacional da Cultura...
maio 08 2024

A cada quatro dias, um novo mercado foi aberto para o agro neste ano

Os primeiros quatro meses de 2024 são os mais produtivos da história para o agronegócio brasileiro em termos de abertura de mercados internacionais....
maio 07 2024

Navio muda de nome e de tripulação após atracar no Porto de Paranaguá

O navio porta-contêineres Paris II, mudará de nome e tripulação após atracar no Porto de Paranaguá nesta terça-feira (30). A mudança acontece após a...
maio 06 2024

“Impulso das Exportações” destaca a força do comércio exterior no primeiro trimestre

Segunda edição da nova publicação da ApexBrasil destaca exportações e saldo recorde no primeiro trimestre do ano e as oportunidades para produtos...

Quem acredita na Marcon

Nossos Clientes