Foi realizado nesta terça-feira (7) mais uma edição do Porto em Ação no Pátio de Triagem de Paranaguá. Organizado e coordenado pela empresa pública Portos do Paraná, o evento ofereceu aos caminhoneiros serviços do Detran-PR, do Serviço Social do Transporte e do Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest/Senat), da Global Saúde, além de orientações sobre trânsito, meio ambiente, segurança e corte de cabelo. As ações foram gratuitas.

Para o presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia, o projeto é uma oportunidade de orientar os caminhoneiros sobre a segurança e o trânsito nas áreas de descarga. “Mais do que isso, esses trabalhadores vivem em trânsito, nas rodovias. O programa Porto em Ação possibilita conceder a esses profissionais uma forma de cuidar da saúde, porém sem ter que parar o trabalho”, explicou.

O diretor de Desenvolvimento Empresarial da Portos do Paraná, André Pioli, enalteceu o trabalho voluntário prestado aos caminhoneiros. “A forma como o evento é montado atrai muito. O caminhoneiro chega para tomar um café, come um pão de queijo e quando nota já está fazendo exames de saúde, recebendo orientações de todos os tipos, atualizando documentos e até cortando o cabelo”, comentou.

O major Cristiano Stocco, do 9º Batalhão de Polícia Militar em Paranaguá, comentou sobre a atuação da Patrulha Portuária. “A patrulha foi lançada esse ano, por uma demanda da Polícia Militar e da própria comunidade portuária. Esses policiais são um braço, um elo, do comando da PM com a comunidade portuária. Atuam em patrulhamentos, em pontos de maior risco, no contato com todas essas pessoas que estão envolvidas na logística portuária. O trabalho tem trazido bons resultados para a Polícia Militar”, explicou.

O Detran-PR prestou cerca de 50 atendimentos em seu caminhão durante o evento. “Foram consultas de veículos, habilitação, infrações. Focamos muito também na questão do Detran Inteligente, que é nossa parte digital, uma inovação do Governo do do Paraná, onde o usuário pode acessar todos os serviços e agendamentos, através de seu próprio celular”, disse o chefe de atendimento no Porto, Dickson Brian Liss.

José Cândido Mader, gestor da Unidade do Sest/Senat em Paranaguá, trouxe uma van equipada para participar do evento. “Nosso negócio é a área de capacitação, treinamentos, melhorias da qualidade profissional. Também trabalhamos com a área de saúde, ofertando aos motoristas serviços de odontologia, psicologia, nutrição e fisioterapia”, explicou, ao citar a carteira de saúde fornecida aos profissionais com dados médicos.

Com mais de 200 exames prestados, Tiago Pereira Gonçalves, coordenador ocupacional da Global Saúde, comemorou a ação. “A avaliação do Porto em Ação é extremamente positiva. Os caminhoneiros compareceram em massa na nossa barraca para fazerem os exames de glicemia, junto com aferição de pressão arterial. Identificamos algumas anomalias, o que possibilita agora que esses profissionais do volante possam buscar um auxílio médico para tratar de sua saúde”, disse.

MAIS SERVIÇOS – Além de colaborar com o café, a Associação dos Terminais do Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá (ATEXP) conseguiu refazer o toldo do receptivo a tempo, especialmente para atender o evento. Como lembra Juliano Mickus, gerente da ATEXP, o Pátio de Triagem é destaque nacional pela sua estrutura que é disponibilizada de forma gratuita aos caminhoneiros que se destinam para descarga no complexo graneleiro e conta com uma logística completamente organizada, desde o cadastro na origem até sua descarga. “As assistências prestadas no evento Porto em Ação são a nossa forma de valorizar, ainda mais, o trabalho dos caminhoneiros e mostrar a eles o quanto são importantes para o segmento logístico”, afirma..

O ex-caminhoneiro e radialista Nego T, que todos os meses corta o cabelo de motoristas gratuitamente no Pátio de Triagem, também aprovou o evento. “Os caminhoneiros precisam de todos os serviços que envolvem o Porto em Ação. Ter uma estrutura como a do Detran dentro do Pátio de Triagem, com Polícia Federal, Polícia Militar, além dos serviços de saúde da Global Saúde e a participação do Sest/Senat, é muito importante”, disse.

Também foi trabalhado junto aos caminhoneiros, através da CIA Ambiental, empresa contratada pela Portos do Paraná, o descarte correto de lixo dentro do Pátio de Triagem, assim como o monitoramento de fumaça preta, medido diretamente no escape dos caminhões.

Por fim, técnicos de segurança do trabalho da Portos do Paraná distribuíram panfletos e passarem orientação aos caminhoneiros para evitar bloqueios, conhecer as regras de segurança, trânsito e sua política de consequências, assim como o uso correto de equipamentos de segurança.

APROVAÇÃO – O caminhoneiro Marcelo Mayeski, que levou farelo de soja de Ponta Grossa a Paranaguá, era dos mais animados. “Comecei pelo café e pão de queijo, estava muito bom. Cortei o cabelo, aferi a pressão e assisti orientações nutricionais do Sest/Senat, agora é pôr em prática para ter uma vida mais saudável”, disse.

Ademir Santana, que reside em Ponta Grossa, vinha de Candói, conta que é a primeira vez que participa de um Porto em Ação. “Fiz exame de glicose e aferi a pressão. Fazia quase dois anos que não fazia nenhum exame, deu tudo normal”, afirmou. “Esse serviço, avaliado de 1 a 10, é 10! É o que nós precisamos, essa assistência. Caminhoneiro não corre atrás de exames, está sempre trabalhando. Não temos tempo para isso, o pequeno tempo que sobra é para resolver outros problemas, cuidar da família”.

PRÓXIMA EDIÇÃO – O Próximo Porto em Ação no Pátio de Triagem está programado para acontecer no primeiro trimestre de 2022.

 

Fonte: Portos do Paraná