Marcon Logística Portuária

Paulo Guedes destaca o bom momento da economia brasileira

O ministro da Economia, Paulo Guedes, reiterou nesta quinta-feira (15/12), que o Brasil é hoje um “porto seguro” na economia global. “Já temos uma plataforma de lançamento pronta”, afirmou ele, destacando a atratividade para investimentos exercida pelo país alicerçada na abertura da economia, na melhoria do ambiente de negócios e nas possibilidades oferecidas por uma matriz energética limpa e diversificada.

Guedes participou da cerimônia de entrega do Prêmio de Excelência em Pesquisa Ipea – Roberto Campos, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, realizada em Brasília. O ministro fez uma análise da atuação da equipe liderada por ele no Ministério da Economia. Referindo-se ao combate às consequências da pandemia na economia, afirmou: “Enfrentamos uma guerra, vencemos e estamos entregando tudo arrumado. Em todas as dimensões estamos no caminho da prosperidade”.

Ao lado do ministro das Minas e Energia, Adolfo Sachsida, do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, e do presidente do Ipea, Erik Figueiredo, Paulo Guedes enfatizou a importância das ações governamentais que levaram, segundo ele, à “despolitização da moeda”, com destaque para a independência do BC.

O ministro voltou a criticar e a explicar as projeções erradas de analistas de mercado, que subestimaram o crescimento da economia brasileira. Guedes disse que os equívocos foram “o reconhecimento de uma mudança de regime”, com os modelos técnicos perdendo aderência e os agentes econômicos sendo levados a refazer os cálculos.

Sobre o falecido economista e diplomata Roberto Campos, de quem foi amigo e que – como então ministro do Planejamento – assinou a portaria de criação do instituto, em 1964, Paulo Guedes disse: “Era um intelectual preocupado com todas dimensões: política, econômica, todas. Ele conhecia o caminho da prosperidade”. Em relação ao trabalho realizado pelo Ipea e à contribuição prestada ao país, Guedes enfatizou a capacidade do instituto de produzir conhecimento, que, segundo ele, precisa abastecer cada vez mais as pessoas que tomam decisões no país.

Momento da economia brasileira

Servidor de carreira do Ipea, o ministro Adolfo Sachsida disse que o instituto, como ente de Estado, sempre estará contribuindo para o país. E comentou: “Pela primeira vez, desde a redemocratização, um governo vai terminar gastando menos em relação ao PIB do que quando começou”. Sachsida acrescentou: “Durante a pandemia, na média dos 100 maiores PIBs do mundo, a relação Dívida-PIB aumentou mais de 11 pontos percentuais. No Brasil caiu 0,1. As contas públicas estão em ordem. Este é o momento da economia brasileira. Tudo está alinhado para o nosso crescimento”.

Erik Figueiredo relembrou sua primeira reunião com o ministro Paulo Guedes. À época, Figueiredo integrava a Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia, cujo titular era Adolfo Sachsida. “O ministro disse: ‘Vamos precisar de políticas públicas com responsabilidade fiscal, que respeitem a liberdade econômica e o ambiente de negócios e, principalmente, que não deixem nenhum brasileiro para trás’. O resultado desse direcionamento e desse trabalho: quase 68 milhões de brasileiros atendidos pelo Auxílio Emergencial em 2020”, ressaltou Figueiredo.

Prêmio

Ao parabenizar os vencedores do prêmio, Roberto Campos Neto disse que o avô ficaria orgulhoso em ver as atividades de pesquisa do Ipea. “Ele foi um dos principais porta-vozes do pensamento liberal no Brasil”, disse o presidente do BC sobre o avô. “Trabalhou pelo país até os últimos dias de sua vida. Nas diversas posições que ocupou, sempre buscou preparar o Brasil para o futuro, defendendo ideias e iniciativas que contribuíssem para a construção de um país mais competitivo, eficiente e moderno”.

Receberam o prêmio 24 autores que assinam sete artigos publicados nas revistas Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE), Planejamento e Políticas Públicas (PPP) e Tempo do Mundo (RTM), editadas pelo Ipea. Na cerimônia desta quinta-feira foram agraciados estudos publicados em edições de 2021 das três revistas.

Fonte: Ministério da Economia

}

12.23.2022

Em Destaque

Relacionados

ANTAQ visita os portos de Paranaguá e Antonina

A Portos do Paraná recebeu a visita da comitiva da Agência Nacional de Transporte Aquaviários (ANTAQ), nesta terça-feira (07). Os diretores, Alber Furtado de Vasconcelos Neto e Caio César Farias Leôncio, e o chefe da unidade regional de Curitiba, Thiago Fernando...

Quer saber mais?

Entre em Contato

Siga a Marcon

Mercado & Novidades

Últimas Notícias

maio 21 2024

Sem impacto do RS, Conab reduz projeção para safra de grãos 2023/24

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) reduziu novamente a estimativa para a produção brasileira total de grãos na safra de 2023/2024, que...
maio 20 2024

Balança comercial brasileira registra superávit de US$ 3,2 bi nas primeiras semanas de maio

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 3,205 bilhões nas duas primeiras semanas de maio, período com sete dias úteis. O valor...
maio 17 2024

Lula quer desdolarização proposta pela China, mas comércio exterior do Brasil é dominado pelo dólar

O governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está engajado nas tratativas do Brics (bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul)...
maio 16 2024

Governo Federal publica medida que autoriza importação de arroz

Para o enfrentamento das consequências sociais e econômicas decorrentes das enchentes no estado do Rio Grande do Sul, o Governo Federal publicou...
maio 15 2024

Com US$ 7,47 bilhões, Paraná bate recorde de exportações para um 1º quadrimestre

As exportações do Paraná no primeiro quadrimestre de 2024 bateram recorde para o período, somando US$ 7,47 bilhões. Melhor resultado da série...
maio 14 2024

Balança comercial tem superávit de US$ 9,041 bilhões em abril

Apesar da queda de preços da soja, do ferro e do petróleo, o superávit da balança comercial subiu em abril. No mês passado, o país exportou US$...
maio 13 2024

ANTAQ visita os portos de Paranaguá e Antonina

A Portos do Paraná recebeu a visita da comitiva da Agência Nacional de Transporte Aquaviários (ANTAQ), nesta terça-feira (07). Os diretores, Alber...
maio 10 2024

Brasil foi 2º principal destino de investimento estrangeiro em 2023, diz OCDE

Relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) recém-divulgado revela que o Brasil foi o segundo principal destino de...
maio 09 2024

Política Nacional da Cultura Exportadora ganha adesão do Memp

O Ministério do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte (Memp) aderiu nesta sexta-feira (3/5) à Política Nacional da Cultura...
maio 08 2024

A cada quatro dias, um novo mercado foi aberto para o agro neste ano

Os primeiros quatro meses de 2024 são os mais produtivos da história para o agronegócio brasileiro em termos de abertura de mercados internacionais....

Quem acredita na Marcon

Nossos Clientes