Marcon Logística Portuária

Obra milionária acelera desembarque de fertilizantes e torna porto de Paranaguá mais competitivo

A área de importação de fertilizantes no Porto de Paranaguá está passando por uma transformação. A ampliação das esteiras começou há cerca de quatro meses e deve levar mais um ano para ser concluída, o que significará uma mudança substancial na forma e no prazo de descarga dos produtos.

O porto de Santos já formalizou, em seu plano de metas, “roubar” três milhões de toneladas de fertilizantes que hoje são desembarcados em Paranaguá. Mas o diretor-presidente da empresa pública Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia da Silva, afirma que trabalha para evitar a transferência da carga. No entanto, para isso, é preciso aumentar a competitividade. Ele lembra que a escolha do porto de desembarque envolve fatores como logística e capacidade de armazenamento, mas principalmente, custos. E tempo é dinheiro. Ou seja, se o navio ficar menos tempo atracado para a descarga, mais interessante será usar Paranaguá como rota. Hoje 30% desse tipo de produto chega ao Brasil pelos portos paranaenses.

Antes da obra, dependendo da densidade e do tipo de fertilizante, a prancha operava com a capacidade de 6 mil a 7 mil toneladas por dia. Depois de concluída, o valor deve subir para 12 mil toneladas ao dia. Além disso, muito do que é desembarcado por grab (garra) em caminhões passará a ser transportado por esteira. Atualmente, cerca de 80% do fertilizante que sai dos navios é tirado com a ajuda de caminhões. Com a obra, a presença dos veículos na área de descarga de fertilizantes deve diminuir.

Os custos estão sendo pagos, em parceria, pela Fertipar e pelo Rocha Terminais, e estão estimados em cerca de R$ 800 milhões. A parte que está dentro da área pública será revertida para o porto ao fim dos contratos. Segundo Garcia da Silva, uma das preocupações foi garantir que a obra não fosse excludente, ou seja, que impedisse a participação de operadoras não envolvidas no projeto. O diretor-presidente afirma que tudo foi feito de forma a gerar benefícios para todos os envolvidos na operação. É preciso destacar que o setor de fertilizantes está operando em parâmetros anormais por causa da situação política de Belarus, da Guerra na Ucrânia e do esgotamento da capacidade de armazenamento.

Movimento no pátio de triagem supera julho do ano passado

O mês de julho ainda nem terminou e a quantidade de caminhões que passou pelo pátio de triagem do Porto de Paranaguá, neste ano, já supera o total registrado no período, em 2021. Do dia 1 até o último dia 24, 36.901 veículos chegaram para descarregar granéis sólidos de exportação nos terminais paranaenses. No ano passado, durante os 31 dias completos do mês, 33.994 caminhões passaram pela triagem.

Conforme avança a colheita do milho no campo, principalmente do Paraná – onde já passa de 30% da área – a chegada do produto no porto vai se intensificando. Os picos de caminhões entrando no pátio diariamente, nesta semana, tem alcançado a média de 1,5 mil caminhões/dia. Em dia de maior movimento, neste mês, chegou a 2 mil caminhões em 24 horas.

PRODUTOS – Os destaques entre as cargas recepcionadas neste mês de julho, em comparação com o mesmo mês no ano passado, é justamente o milho – em grão e em farelo (DDGS). Enquanto em julho de 2021, nenhum caminhão ainda havia dado entrada no Pátio de Triagem do Porto de Paranaguá com os dois produtos, neste ano – os terminais já receberam 5.707 caminhões carregados com 221.333,5
toneladas de milho – principalmente do Paraná. Outros 768 caminhões chegaram com 29.328,62 de DDGS (farelo de milho). Esse último com origem no estado do Mato Grosso (MT).

Para este 3º trimestre, o aumento mais significativo é esperado para os volumes de milho a serem carregados: 2.071.000 milhões de toneladas do cereal – 3.256% a mais que o embarcado no período em 2021 (61.709 t), de julho a setembro. Até agora, no mês, já foram embarcadas 247.656 toneladas do cereal a granel. No mesmo mês, em 2021, foram somente 1.464 toneladas embarcadas, mas em
contêineres. Nada a granel.

 

Fonte: JB Litoral

}

08.03.2022

Em Destaque

Relacionados

ANTAQ visita os portos de Paranaguá e Antonina

A Portos do Paraná recebeu a visita da comitiva da Agência Nacional de Transporte Aquaviários (ANTAQ), nesta terça-feira (07). Os diretores, Alber Furtado de Vasconcelos Neto e Caio César Farias Leôncio, e o chefe da unidade regional de Curitiba, Thiago Fernando...

Quer saber mais?

Entre em Contato

Siga a Marcon

Mercado & Novidades

Últimas Notícias

maio 21 2024

Sem impacto do RS, Conab reduz projeção para safra de grãos 2023/24

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) reduziu novamente a estimativa para a produção brasileira total de grãos na safra de 2023/2024, que...
maio 20 2024

Balança comercial brasileira registra superávit de US$ 3,2 bi nas primeiras semanas de maio

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 3,205 bilhões nas duas primeiras semanas de maio, período com sete dias úteis. O valor...
maio 17 2024

Lula quer desdolarização proposta pela China, mas comércio exterior do Brasil é dominado pelo dólar

O governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está engajado nas tratativas do Brics (bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul)...
maio 16 2024

Governo Federal publica medida que autoriza importação de arroz

Para o enfrentamento das consequências sociais e econômicas decorrentes das enchentes no estado do Rio Grande do Sul, o Governo Federal publicou...
maio 15 2024

Com US$ 7,47 bilhões, Paraná bate recorde de exportações para um 1º quadrimestre

As exportações do Paraná no primeiro quadrimestre de 2024 bateram recorde para o período, somando US$ 7,47 bilhões. Melhor resultado da série...
maio 14 2024

Balança comercial tem superávit de US$ 9,041 bilhões em abril

Apesar da queda de preços da soja, do ferro e do petróleo, o superávit da balança comercial subiu em abril. No mês passado, o país exportou US$...
maio 13 2024

ANTAQ visita os portos de Paranaguá e Antonina

A Portos do Paraná recebeu a visita da comitiva da Agência Nacional de Transporte Aquaviários (ANTAQ), nesta terça-feira (07). Os diretores, Alber...
maio 10 2024

Brasil foi 2º principal destino de investimento estrangeiro em 2023, diz OCDE

Relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) recém-divulgado revela que o Brasil foi o segundo principal destino de...
maio 09 2024

Política Nacional da Cultura Exportadora ganha adesão do Memp

O Ministério do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte (Memp) aderiu nesta sexta-feira (3/5) à Política Nacional da Cultura...
maio 08 2024

A cada quatro dias, um novo mercado foi aberto para o agro neste ano

Os primeiros quatro meses de 2024 são os mais produtivos da história para o agronegócio brasileiro em termos de abertura de mercados internacionais....

Quem acredita na Marcon

Nossos Clientes