Marcon Logística Portuária

Ministério da Economia passa a publicar estatísticas de exportação e importação ajustadas sazonalmente

A Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia (ME) passará a divulgar mensalmente séries de dados de exportação e importação com ajuste sazonal. A modalidade adicional de divulgação ficará disponível na página das demais estatísticas de comércio exterior e seguirá o mesmo cronograma de divulgação dos dados consolidados.

O ajuste sazonal é uma técnica estatística para medir e remover influências de padrões cíclicos e sazonais com efeitos previsíveis em uma série temporal. Diversos indicadores econômicos são ajustados sazonalmente, tais como produção industrialcontas nacionaisséries monetárias e de crédito, por exemplo. Da mesma forma, as séries temporais de comércio exterior podem ser analisadas com ajuste sazonal, permitindo uma visão mais precisa das variações mês a mês e removendo a influência dos movimentos sazonais.

Organismos internacionais como a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e Organização Mundial do Comércio (OMC) e diversos outros países divulgam estatísticas de comércio exterior ajustadas sazonalmente.

“Ao longo de um ano, as exportações e importações sofrem flutuações devido a eventos sazonais, incluindo mudanças no clima, colheitas, feriados e períodos de férias”, afirma o secretário de Comércio Exterior do ME, Lucas Ferraz. “Tais eventos influenciam tanto o Brasil quanto os países parceiros. Como esses eventos sazonais seguem um padrão razoavelmente regular a cada ano, sua influência nas tendências dos fluxos de comércio pode ser eliminada ajustando sazonalmente as séries mês a mês, ou trimestre a trimestre”, completa.

Até o presente momento, as comparações dos resultados mensais ou trimestrais de exportação e importação são realizadas principalmente em relação ao mesmo período do ano anterior, considerando a média diária por dia útil. Tal abordagem também possui o objetivo de mitigar efeitos sazonais para permitir uma comparação mais precisa.

Entretanto, mudanças relevantes podem ocorrer em um período de doze meses, prejudicando a observação mais acurada da situação de curto prazo do comércio. Um exemplo dessas mudanças é a atual pandemia da covid-19. Com a incidência da pandemia, a observação dos dados de comércio em relação a 12 meses atrás é pouco precisa para apontar a trajetória recente do comércio. Nessas situações, o mais indicado para se observar os rumos do comércio exterior brasileiro é comparar os resultados com o mês imediatamente anterior. Para viabilizar essa comparação, é necessário que seja feito ajuste sazonal dos dados.

Segundo o secretário, as novas séries com ajuste sazonal propiciam uma visão mais precisa dos movimentos do comércio exterior do país e qualificam ainda mais as divulgações de dados realizadas pela Secex. Assim, “o Brasil alcançará aderência ainda maior às recomendações do manual internacional de referência para compilação e disseminação das estatísticas de comércio exterior, International Merchandise Trade Statistics”, explica Ferraz.

Método utilizado

Em linha com as técnicas utilizadas por diversos órgãos internacionais e nacionais que compilam as estatísticas de comércio exterior, a Secex/ME optou pelo software X13-ARIMA-SEATS, desenvolvido e distribuído gratuitamente pelo U.S. Census BureauResumidamente, o processo de ajuste sazonal consiste nas etapas de (i) pré-ajuste para identificação de efeitos calendários e outliers, (ii) obtenção da série ajustada sem sazonalidade (método X11), e (iii) avaliação da qualidade do ajuste sazonal realizado. A metodologia completa pode ser consultada na própria página de divulgação das séries de preço, quantum e ajuste sazonal.

As séries dessazonalizadas, bem como os índices de preço e quantum, seguem o mesmo padrão de revisões ordinárias das séries mensais como descritas no Manual de utilização dos dados de comércio exterior. A metodologia de ajuste sazonal será analisada continuamente pelas equipes técnicas no intuito de sempre manter aderência às melhores técnicas e padrões utilizados nos escritórios oficiais de estatísticas, tanto no Brasil quanto no mundo.

Por fim, a Secex/ME  destaca que se tratam de informações novas, suplementares, e as publicações atuais e anteriores não sofrerão qualquer tipo de alteração.

 

Fonte: Comex do Brasil / Secex

}

08.17.2020

Em Destaque

Relacionados

Paraná exporta US$ 9,52 bilhões nos cinco primeiros meses de 2024

As exportações paranaenses somaram US$ 9,52 bilhões (R$ 51 bilhões na cotação atual) entre janeiro a maio de 2024, consolidando o Estado como o maior exportador da região Sul. O Paraná superou Santa Catarina, com vendas externas de US$ 4,59 bilhões, e Rio Grande do...

Balança comercial tem superávit de US$ 8,534 bi em maio

A queda de preços da soja e do minério de ferro fez o superávit da balança comercial cair em maio. No mês passado, o país exportou US$ 8,534 bilhões a mais do que importou, divulgou nesta quinta-feira (6) o Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços...

Quer saber mais?

Entre em Contato

Siga a Marcon

Mercado & Novidades

Últimas Notícias

jun 18 2024

Paraná exporta US$ 9,52 bilhões nos cinco primeiros meses de 2024

As exportações paranaenses somaram US$ 9,52 bilhões (R$ 51 bilhões na cotação atual) entre janeiro a maio de 2024, consolidando o Estado como o...
jun 17 2024

Portos do Paraná estreita ligação com dirigentes e investidores espanhóis

Empresa pública participou de intercâmbio no país europeu que contou com jornadas empresariais e visitas a instalações portuárias em Madri, Valência...
jun 14 2024

Balança comercial tem superávit de US$ 8,534 bi em maio

A queda de preços da soja e do minério de ferro fez o superávit da balança comercial cair em maio. No mês passado, o país exportou US$ 8,534 bilhões...
jun 13 2024

Argentina suspende antidumping sobre exportações brasileiras de talheres de aço inoxidável com cabo de madeira ou plástico

O governo do Brasil recebeu com satisfação a decisão do governo da República Argentina de suspender a medida antidumping aplicada às exportações...
jun 12 2024

Volume de soja exportada cai 13,6% em maio, e envios de carne bovina sobem 26%

O Brasil exportou 13,450 milhões de toneladas de soja em grão em maio, 13,69% a menos do que os 15,584 milhões de toneladas de igual período de...
jun 11 2024

Brasil faz acordo com China que pode aumentar exportação de café

O vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), Geraldo Alckmin, assinou nesta quarta-feira (5)...
jun 10 2024

Brasil usa presidência do G20 para propor mudanças nas regras do comércio agrícola entre países

Nas discussões do G20, o grupo que reúne as maiores economias do mundo, o Brasil tem proposto ajustes no equilíbrio entre a expansão do comércio...
jun 07 2024

Mapa encerra maio com recorde histórico de aberturas de mercados para o mês

O mês de maio deste ano se encerra como o melhor maio da série histórica em termos de novos acordos comerciais no mercado mundial para produtos do...
jun 06 2024

Exportações do Brasil para os EUA superam os 12 bilhões de dólares no ano

O governo realizou, nesta semana, um seminário para marcar os “200 anos de amizade Brasil-Estados Unidos”. No encontro, a secretária de Comércio...
jun 05 2024

Com evolução de 34%, Paraná deve colher 646 mil toneladas de feijão em 2024

As condições climáticas têm refletido nas produções agrícolas de praticamente todo o País, e no Paraná também reduziram o potencial. Mesmo assim, em...

Quem acredita na Marcon

Nossos Clientes