Marcon Logística Portuária

Brasil tem superávit comercial recorde de US$10,956 bi em março com impulso de embarques de petróleo

A balança comercial brasileira registrou superávit de 10,956 bilhões de dólares em março, maior valor para qualquer mês da série do governo, impulsionada por um salto nas vendas de petróleo, mostraram dados divulgados nesta segunda-feira pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços(MDIC).

Pesquisa da Reuters com economistas apontava expectativa de saldo positivo de 9,05 bilhões de dólares para o período.

As exportações somaram 33,060 bilhões de dólares no mês passado, valor também recorde para todos os meses da série histórica, enquanto as importações atingiram 22,104 bilhões.

O crescimento das exportações foi puxado pela alta da indústria extrativa, de 20,6%, e da agropecuária, de 6,3%. Entre os produtos, o maior destaque foram óleos brutos de petróleo ou de minerais betuminosos crus, com elevação de 53,8%, para 5,595 bilhões de dólares.

A exportação de petróleo pelo Brasil somou 11,31 milhões de toneladas em março, conforme a Secretaria de Comércio Exterior do MDIC. Como havia informado a Reuters, o desempenho ocorreu a despeito do início da cobrança de imposto de importação, de 9,2%, no contexto da compensação à desoneração parcial dos combustíveis, que vai durar quatro meses.

Em fevereiro, os embarques de petróleo despencaram 68%. Na ocasião, o MDIC ressaltou que o registro das exportações de petróleo é tradicionalmente volátil, e previu um março forte.

ACUMULADO

No acumulado do primeiro trimestre, a balança comercial brasileira está com saldo positivo de 16,068 bilhões de reais, uma alta de 29,8% frente ao mesmo período do ano passado, pela média diária.

O ministério também atualizou suas projeções para o ano de 2023. A pasta projeta exportações de 325 bilhões de dólares este ano e importações de 241 bilhões de dólares, levando a saldo positivo de 84 bilhões, acima do superávit de 62 bilhões de dólares de 2022.

A expectativa é de que as importações caiam 11,8% em 2023, mais do que a perda projetada de 2,8% das exportações na comparação com o ano passado.

“Em que pese que as exportações estejam crescendo, esperamos uma queda no ano”, pontuou o subsecretário de Inteligência e Estatísticas de Comércio Exterior, Herlon Alves Brandão. “Na importação, há uma queda já no trimestre e, para o ano, essa queda deve continuar”, acrescentou.

O recuo projetado das importações está ligado à base de comparação. Brandão lembra que, em 2022, as importações tiveram aumento consistente, em meio à volta do consumo após o abrandamento da pandemia de Covid-19. No ano passado, as importações cresceram 24,2%.

 

Fonte: Reuters / Isto É

 

}

04.10.2023

Em Destaque

Relacionados

O futuro da reforma tributária nas importações e exportações

A tão comentada reforma tributária tem como principal premissa simplificar a cobrança de impostos no Brasil. A proposta está prestes a entrar em sua primeira fase e terá sua implementação conduzida de forma gradual, mas já vem ganhando diversas abordagens sobre seus...

Brasil fecha novas vendas para Austrália e Costa Rica

O Ministério da Agricultura e Pecuária informou que o governo da Austrália aprovou a importação de pescados do Brasil, enquanto o governo da Costa Rica aprovou o ingresso de produtos à base de células-tronco mesenquimais (cães, gatos e equinos) com fins terapêuticos....

Quer saber mais?

Entre em Contato

Siga a Marcon

Mercado & Novidades

Últimas Notícias

mar 01 2024

Stand da Portos do Paraná na 28ª edição da Intermodal South America terá alta tecnologia

A Portos do Paraná, empresa pública que administra os portos de Paranaguá e Antonina, oferecerá uma ampla estrutura para os visitantes da 28ª edição...
fev 29 2024

O futuro da reforma tributária nas importações e exportações

A tão comentada reforma tributária tem como principal premissa simplificar a cobrança de impostos no Brasil. A proposta está prestes a entrar em sua...
fev 28 2024

Brasil fecha novas vendas para Austrália e Costa Rica

O Ministério da Agricultura e Pecuária informou que o governo da Austrália aprovou a importação de pescados do Brasil, enquanto o governo da Costa...
fev 27 2024

Colheita atípica em janeiro no Paraná levou a aumento de 282% nas exportações de soja

A acelerada colheita de soja em janeiro deste ano, o que não é comum para o período, levou a um aumento expressivo no volume de produtos do complexo...
fev 26 2024

ESG e sustentabilidade são os focos da Portos do Paraná na 28ª Intermodal

A busca por uma agenda sustentável também inclui ações no próprio stand do evento Entre os dias 05 e 07 de março, a Portos do Paraná irá participar...
fev 23 2024

Balança comercial tem saldo positivo de US$ 1,996 bi até a segunda semana de fevereiro

Na 2ª semana de fevereiro de 2024, a balança comercial registrou superávit de US$ 1,78 bilhão e corrente de comércio de US$ 10,915 bilhões,...
fev 22 2024

Paraná é o terceiro estado que mais exporta carne de peru, aponta boletim do Deral

As exportações nacionais de carne de peru alcançaram 69.644 toneladas em 2023 e geraram receita de aproximadamente US$ 200,568 milhões. O Paraná é o...
fev 21 2024

Comércio Brasil-China inicia 2024 com fortes altas nas exportações e importações

O comércio entre o Brasil e a China teve um início de ano marcado pelo expressivo aumento de 53,7% nas exportações brasileiras, que somaram US$...
fev 20 2024

Brasil e Egito fortalecem relações comerciais para exportação de carnes com facilitações

Com a confirmação da missão do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao Egito nesta semana, o Ministério da Agricultura e Pecuária do...
fev 19 2024

Importação cresce ao maior patamar em 20 anos e indústria corre ao governo por proteção comercial

As importações alcançaram participação inédita no mercado da indústria em, pelo menos, 20 anos e provocaram uma corrida das empresas ao governo por...

Quem acredita na Marcon

Nossos Clientes