Marcon Logística Portuária

Abastecimento de navios aumenta nos Portos do Paraná

O abastecimento de navios nos portos do Paraná aumentou em volume e número de procedimentos. Neste ano, de janeiro a setembro, 558 embarcações “encheram os tanques” em águas paranaenses – 13% a mais que no mesmo período em 2019. Foram 302.363 toneladas de bunker, como é tecnicamente chamado o combustível utilizado nos navios, o que significa uma quantidade 17,24% maior que as 257.896 toneladas registradas no ano passado.

“Esse volume de abastecimento é considerado uma exportação. Isso entra nas estatísticas do Porto, é um produto que o Brasil está vendendo para o exterior, já que abastece navios de outros países. É receita no sentido global. Tanto na exportação quanto por movimentar uma série de mão de obra no porto, na empresa que presta o serviço. É toda uma logística montada para abastecer os navios”, explica o diretor de Operações da Portos do Paraná, Luiz Teixeira da Silva Júnior.

Segundo ele, o aumento no abastecimento é um reflexo no crescimento da produtividade e movimentação dos portos. Além disso, se explica pela localização geográfica estratégica do Porto de Paranaguá e pelas características da baía.

APOIO MARÍTIMO – O coordenador de Tráfego Marítimo da Portos do Paraná, Mauricio Roberto da Silva, destaca que, além da estrutura aquaviária, sinalização náutica e estrutura de acostagem, para que as operações portuárias aconteçam, as prestadoras dos serviços conhecidos como apoio portuário são fundamentais para que o porto funcione de forma plena.

“Os serviços considerados como apoio marítimo são os trabalhos dos rebocadores, lanchas de apoio, o serviço de amarração, bem como o abastecimento de água, combustíveis e todas as empresas de fornecimento de bordo de qualquer natureza”, explica Silva.

De acordo com o portuário, nos Portos do Paraná esses serviços são reconhecidos pela qualidade. “A qualidade dos serviços de apoio em terra e mar são de excelência aqui no porto. As empresas passam por cadastramento prévio e todas devem apresentar certificações e treinamentos nas áreas específicas”, completa.

Ele acrescenta que todas as embarcações utilizadas nos serviços são verificadas junto à Agência Nacional de Transporte Aquaviário (Antaq) e à Capitania dos Portos quanto à regularidade de certificação.

ABASTECIMENTO – Nos portos do Paraná, a Petrobras é única fornecedora de combustível para o abastecimento de navios. A empresa que presta esse serviço para a estatal brasileira é a Navemestra, do Grupo Bravante.

O serviço é executado por duas barcaças com capacidade para carregar até 1.450 toneladas de combustível. O abastecimento de navios pode acontecer com as embarcações atracadas no cais ou fundeadas (na área de fundeio específica) e, em alguns casos, os navios vão a Paranaguá apenas para abastecer (only bunker). A operação é segura, realizada com barreiras de contenção para evitar que qualquer produto caia no mar.

“Por conta da quantidade de áreas de fundeio aqui no Porto de Paranaguá, é possível que no tempo de espera os navios já façam toda a parte de abastecimento”, afirma Silva. As regras para esse serviço, acrescenta, compreendem autorização por parte da autoridade portuária para o fundeio, pagamento das taxas portuárias e apresentação dos planos de trabalho detalhado.

O trabalho é feito por sete marinheiros devidamente qualificados. Com mais de dez anos de experiência nesse tipo de atividade, eles passam por treinamentos e capacitação periódicos.

Em média, a empresa faz de 50 até 90 abastecimentos de navios por mês, que ocorrem dentro de uma área limite, de mar mais calmo, com menos trânsito de embarcações. Na Baía de Paranaguá o limite fica próximo à Ilha das Cobras.

 

Fonte: Portos do Paraná

}

11.04.2020

Em Destaque

Relacionados

ANTAQ visita os portos de Paranaguá e Antonina

A Portos do Paraná recebeu a visita da comitiva da Agência Nacional de Transporte Aquaviários (ANTAQ), nesta terça-feira (07). Os diretores, Alber Furtado de Vasconcelos Neto e Caio César Farias Leôncio, e o chefe da unidade regional de Curitiba, Thiago Fernando...

Quer saber mais?

Entre em Contato

Siga a Marcon

Mercado & Novidades

Últimas Notícias

maio 21 2024

Sem impacto do RS, Conab reduz projeção para safra de grãos 2023/24

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) reduziu novamente a estimativa para a produção brasileira total de grãos na safra de 2023/2024, que...
maio 20 2024

Balança comercial brasileira registra superávit de US$ 3,2 bi nas primeiras semanas de maio

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 3,205 bilhões nas duas primeiras semanas de maio, período com sete dias úteis. O valor...
maio 17 2024

Lula quer desdolarização proposta pela China, mas comércio exterior do Brasil é dominado pelo dólar

O governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está engajado nas tratativas do Brics (bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul)...
maio 16 2024

Governo Federal publica medida que autoriza importação de arroz

Para o enfrentamento das consequências sociais e econômicas decorrentes das enchentes no estado do Rio Grande do Sul, o Governo Federal publicou...
maio 15 2024

Com US$ 7,47 bilhões, Paraná bate recorde de exportações para um 1º quadrimestre

As exportações do Paraná no primeiro quadrimestre de 2024 bateram recorde para o período, somando US$ 7,47 bilhões. Melhor resultado da série...
maio 14 2024

Balança comercial tem superávit de US$ 9,041 bilhões em abril

Apesar da queda de preços da soja, do ferro e do petróleo, o superávit da balança comercial subiu em abril. No mês passado, o país exportou US$...
maio 13 2024

ANTAQ visita os portos de Paranaguá e Antonina

A Portos do Paraná recebeu a visita da comitiva da Agência Nacional de Transporte Aquaviários (ANTAQ), nesta terça-feira (07). Os diretores, Alber...
maio 10 2024

Brasil foi 2º principal destino de investimento estrangeiro em 2023, diz OCDE

Relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) recém-divulgado revela que o Brasil foi o segundo principal destino de...
maio 09 2024

Política Nacional da Cultura Exportadora ganha adesão do Memp

O Ministério do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte (Memp) aderiu nesta sexta-feira (3/5) à Política Nacional da Cultura...
maio 08 2024

A cada quatro dias, um novo mercado foi aberto para o agro neste ano

Os primeiros quatro meses de 2024 são os mais produtivos da história para o agronegócio brasileiro em termos de abertura de mercados internacionais....

Quem acredita na Marcon

Nossos Clientes