Marcon Logística Portuária

Confac estuda ações para ampliar a transparência e desburocratizar o comércio exterior

O licenciamento de importações e restrições quantitativas, a incorporação à legislação doméstica dos compromissos internacionais do país em facilitação do comércio e novas regras de alfandegamento foram algumas das ações discutidas pelo Comitê Nacional de Facilitação do Comércio (Confac), com o objetivo de ampliar a transparência, desburocratizar e melhorar o acesso a informações sobre o comércio exterior.

Em debate promovido a 14 de março, também foi discutido o Regimento Interno do Comitê e retomada a discussão sobre o Estudo de Brechas do Banco Mundial, que examinou as iniciativas do Brasil para implementar o Acordo sobre a Facilitação do Comércio (AFC) e as recomendações sobre novas oportunidades de desenvolvimento.

Os membros do Confac discutiram, em seguida, a acessibilidade de informações, com a abordagem sobre o desenvolvimento dos manuais de procedimentos de comércio exterior produzidos pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex). Além disso, abordaram a contribuição da Lei de Ambiente de Negócios, que determina a realização de consulta pública prévia e de análise de impacto regulatório para propostas de edição e alteração de licenças, ou para autorizações, como requisito para a importação ou exportação.

OEA-Integrado

No encontro, foram atualizados os esforços relacionados ao Programa OEA-Integrado, com destaque para a inclusão da Secex no módulo complementar do Programa, já em vigor. Foi anunciada, ainda, a Portaria Secex nº 107, que apresenta os critérios para adesão e obtenção de certificação de empresas de baixo risco como Operador OEA-Integrado Secex e lista os benefícios disponíveis para os certificados. A ênfase, nesse caso, foi para o único requisito que uma empresa que atua no comércio exterior precisa atender para ser certificada no OEA-Integrado Secex: a prévia certificação no módulo principal do Programa OEA na modalidade conformidade.

Atuação das mulheres no comércio exterior

O Comitê também debateu um conjunto de ações para ampliar a atuação das mulheres no comércio exterior. Durante a reunião, foi apresentado um estudo do Banco Mundial  que identifica barreiras específicas, discriminadas por gênero, que empresas lideradas por homens e mulheres, além de despachantes aduaneiros, enfrentam no comércio de mercadorias entre países.

Para enfrentar essas dificuldades, o Banco Mundial recomenda medidas como a implementação acelerada, plena e efetiva do Acordo sobre a Facilitação do Comércio (AFC) da Organização Mundial do Comércio (OMC), a fim de simplificar processos e procedimentos e aumentar a transparência e a previsibilidade no setor. Também sugere a promoção do Confac e das Comissões Locais de Facilitação do Comércio (Colfac) e a sensibilização da questão de gênero em seus planos de trabalho.

Por fim, os participantes da reunião do Confac trataram da norma regulamentadora que está sendo elaborada pela Secex, em parceria com outras áreas do Ministério da Economia, em decorrência da entrada em vigor dos compromissos do Protocolo ao Acordo de Comércio e Cooperação Econômica (Atec) entre o Brasil e os Estados Unidos. O documento visa ao fortalecimento e à harmonização dos procedimentos e das disciplinas normativas do Governo Federal referentes a boas práticas regulatórias.

 

Fonte: Ministério da Economia

}

04.01.2022

Em Destaque

Relacionados

Agronegócio exporta US$ 15,20 bi em junho e US$ 82,39 bi no semestre

As vendas externas brasileiras de produtos do agronegócio foram de US$ 15, 20 bilhões em junho de 2024 , um aumento do valor das exportações comparado ao mês de maio/2024 , que atingiu 15,02 bilhões. As exportações brasileiras de grãos subiram de 14,96 milhões de...

Quer saber mais?

Entre em Contato

Siga a Marcon

Mercado & Novidades

Últimas Notícias

jul 23 2024

Operações de Sucesso: Marcon Logística Portuária em Destaque

No último final de semana, a Marcon Logística Portuária mostrou mais uma vez sua eficiência e capacidade ao conduzir operações em dois navios RORO...
jul 23 2024

Agronegócio exporta US$ 15,20 bi em junho e US$ 82,39 bi no semestre

As vendas externas brasileiras de produtos do agronegócio foram de US$ 15, 20 bilhões em junho de 2024 , um aumento do valor das exportações...
jul 22 2024

Portos do Paraná registram recorde histórico de movimentação mensal

Os portos paranaenses alcançaram uma nova marca histórica de movimentação. Ao todo, 6.582.670 de toneladas foram movimentadas em junho deste ano,...
jul 19 2024

Abertura do mercado cubano para exportação de quatro produtos do agronegócio brasileiro

O governo brasileiro recebeu com satisfação o anúncio, pelo governo de Cuba, da autorização para que o Brasil exporte os seguintes produtos para...
jul 18 2024

Camex mantém elevação de tarifas de importação de resíduos sólidos

Em 18% desde julho do ano passado, as tarifas de importação para resíduos de papel, plástico e vidro permanecerão nesse nível por mais um ano,...
jul 17 2024

Carteira de exportação do BNDES aprova volume 135% maior de créditos em 2024

O valor das aprovações de crédito para a linha BNDES EXIM Pré-Embarque, que financia as exportações de empresas nacionais, cresceu 135% no primeiro...
jul 16 2024

Exportações do Paraná para Ásia, África e Oriente Médio batem recorde no 1º semestre

O Paraná obteve no 1º semestre de 2024 o seu melhor desempenho nas vendas para os mercados do Oriente Médio, África e Sudeste Asiático , com maior...
jul 15 2024

Mercosul e Emirados Árabes Unidos iniciam negociações de um acordo de livre comércio

Representantes dos países membros do Mercosul e dos Emirados Árabes Unidos se reuniram em Assunção, entre os dias 2 e 4 de julho, e formalizaram  o...
jul 12 2024

Receita Federal aprimora Programa OEA-Integrado para facilitar operações internacionais

A Receita Federal do Brasil (RFB) publicou a Portaria RFB nº 435, de 2 de julho de 2024, que estabelece novas regras para a participação de órgãos e...
jul 11 2024

Brasil e Palestina firmam acordo de livre comércio no âmbito do Mercosul

Em 3 de julho de 2024, o Brasil depositou sua carta de ratificação ao Acordo de Livre Comércio entre o Mercosul e o Estado da Palestina. A carta foi...

Quem acredita na Marcon

Nossos Clientes